SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

ARQUEOLOGIA »

Explorador afirma ter achado nau de Colombo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/05/2014 14:00

Tela de Rafael Monleon Y Torres mostra as caravelas Pinta, Nina e Santa Maria, que levou Colombo da Espanha à América (Reprodução/Internet) 
Tela de Rafael Monleon Y Torres mostra as caravelas Pinta, Nina e Santa Maria, que levou Colombo da Espanha à América

O arqueólogo submarino Barry Clifford anunciou ontem ter encontrado, na costa do Haiti, os restos da famosa caravela Santa Maria, que levou Cristóvão Colombo à América em 1492. “Toda evidência geográfica, de topografia submarina e arqueológica, sugere, de maneira muito forte, que são os restos da famosa nau capitânia de Colombo”, destaca a nota divulgada por Clifford, líder de duas expedições de exploração e de reconhecimento do norte do litoral haitiano.

“Estou confiante de que a escavação completa dos restos do navio revelará a primeira prova arqueológica marinha da descoberta da América por parte de Colombo”, acrescentou o arqueólogo, que dará uma entrevista coletiva hoje em Nova York. Especialista na exploração de restos de naufrágios, o norte-americano fez, em 2003, uma primeira expedição e tirou fotografias da embarcação submersa, sem se dar conta, na época, de que poderia se tratar da famosa nau, que encalhou em um recife em 25 de dezembro de 1492.

O lugar coincide com o que foi descrito por Colombo em seu diário. Não muito longe, está o forte construído em terra pelo explorador genovês. “É o Monte Everest dos naufrágios”, comemorou Clifford, em entrevista ao canal americano CNN. Em sua primeira expedição, o especialista fotografou um canhão que poderia ser do fim do século 15. Isso o levou a pensar que o casco que vira submerso alguns anos antes talvez fosse a Santa Maria, “navio que mudou o curso da história humana”, nas palavras do explorador. Clifford anunciou que voltará ao Haiti em junho para decidir os próximos passos.

Rota para a Ásia
Em 3 de agosto de 1942, Colombo zarpou do Porto de Palos, no sudoeste da Espanha, com as caravelas Santa Maria, Pinta e Nina com o objetivo de encontrar uma rota para a Ásia. Em 12 de outubro do mesmo ano, Colombo desembarcou na Ilha de Guanahani, identificada pelos historiadores como parte do arquipélago das Bahamas, popularmente conhecida como a Descoberta da América. Colombo continuou sua expedição pelo Caribe, chegando a Cuba em 28 de outubro e à ilha Hispaniola, ou ilha de Santo Domingo, em 6 de dezembro.

Depois do naufrágio da Santa Maria, no fim de 1492, e da construção do forte, em janeiro de 1493, Colombo voltou à Espanha com as outras duas caravelas da expedição para informar a rainha Isabel do resultado da viagem.

Graduado em história e sociologia pela Universidade de Western State no Colorado, Barry Clifford é membro do Clube dos Exploradores, uma associação profissional internacional multidisciplinar fundada em 1904 e com sede em Nova York. Ele já conquistou diversas distinções, como o Prêmio Rolex-Lowell Thomas 2005 para Arqueologia Marinha, e é membro do gabinete do presidente da National Geographic Society.

Tags:

publicidade

publicidade