SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

HUB tem participação positiva durante evento

Atuação do hospital conferiu agilidade aos processos de atendimento e internação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/07/2014 16:51

Agência UnB

O Hospital Universitário de Brasília (HUB) participou das ações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal para atendimento à população durante o período de realização da Copa do Mundo 2014, de 12 de junho a 13 de julho. A instituição funcionou como retaguarda do Hospital Regional da Asa Norte (Hran). A medida ainda segue até 28 de julho, quinze dias após o término do evento, segundo orientação da secretaria.

O HUB reservou 21 dos 54 leitos da Clínica Médica para pacientes do Hran, o que ajudou a liberar vagas naquele hospital, uma das unidades de referência para atendimento nesse período. “No dia 6 de junho já tínhamos isolado uma ala para receber os primeiros pacientes”, conta Laís Marques Gontijo, chefe da Unidade de Gestão de Leitos do HUB.

À medida que esses pacientes recebiam alta, os leitos eram novamente preparados para receber outras pessoas do Hran. “Para atendermos as necessidades de cada um e oferecermos a melhor assistência possível, antes da transferência, havia o preenchimento de um formulário para conhecermos a condição clínica do paciente”, explica Laís.

Segundo ela, a colaboração dos funcionários do hospital e o contato direto com o setor de gestão de leitos do Hran fizeram com que a estratégia funcionasse de forma satisfatória, sem prejudicar o atendimento aos pacientes do HUB. “Foi uma experiência positiva, em que conseguimos atingir a meta de desafogar o Hran”, avalia. Até esta quarta-feira (16), o hospital já havia atendido aproximadamente 70 pacientes.

José Ronaldo Spadeto, médico da Unidade de Clínica Médica do Hran, que também participa da gerência de leitos, considera válida a participação do HUB. “Esse apoio foi muito importante para liberação de leitos e aumento da rotatividade de pacientes. A expectativa é que esse acordo possa ser mantido por mais tempo”, diz.

“Foi um trabalho exitoso, que envolveu a participação de docentes da Universidade de Brasília, de funcionários e de toda a comunidade. O HUB tem potencial para se integrar totalmente à rede da Secretaria de Saúde do Distrito Federal”, afirma Hervaldo Sampaio Carvalho, superintendente do HUB.

O Centro de Pronto Atendimento (CPA) não registrou alteração na quantidade de demandas durante a competição. Em junho, a emergência foi procurada por 1,1 mil adultos e 900 crianças, número considerado normal se comparado aos meses anteriores.
Tags:

publicidade

publicidade