SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

TERAPIA »

Respire fundo

Técnica denominada Dinâmica Energética do Psiquismo promove concentração e autoconhecimento por meio de exercícios de respiração e postura. Método ajuda na tomada de decisões e na criatividade e potencializa qualidades importantes para o trabalho

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/01/2015 11:08 / atualizado em 12/01/2015 11:10

Ana Rayssa
Usar a respiração e a consciência para fortalecer talentos e expressar melhor as competências na vida profissional. É o que promete a Dinâmica Energética do Psiquismo (DEP), técnica terapêutica resultante da parceria de mais de 30 anos entre a psicóloga brasileira Aidda Pustilnik, 78 anos, e a terapeuta argentina Theda Basso, 88. O método promete melhorar o rendimento no ambiente de trabalho por meio do autoconhecimento. A vertente usa exercícios de concentração e respiração que permitiriam identificar as limitações culturais, ampliar a autopercepção e se tornar mais verdadeiro na realização do trabalho e na tomada de decisões. “A DEP é uma técnica de autoconhecimento, que trabalha o desenvolvimento do potencial humano para que você possa expressar suas qualidades e sua criatividade”, define Aidda. A teoria tomou forma em 1997, quando as professoras fundaram a Escola Dinâmica Energética do Psiquismo, hoje com sedes em São Paulo, Salvador, Brasília, Fortaleza, Maceió e Belo Horizonte. A metodologia mistura conhecimentos da psicologia transpessoal a crenças indianas, psicologia tibetana e medicina tradicional chinesa.

Por se tratar de uma escola de autoconhecimento, a Dinâmica Energética do Psiquismo possui diferentes aplicações, mas a professora Aidda garante que a principal é a potencialização das capacidades pessoais, o que se reflete no ambiente de trabalho. “As sessões ajudam a pessoa a trabalhar em grupo, a compartilhar ideias e a tomar parte em processos decisórios. Também contribui para que o profissional possa ter uma visão ampla, antecipar problemas, tornar-se proativo, aprender a ser criativo e a criar novas experiências”, explica. Para alcançar esses resultados, a escola trabalha com o princípio básico do desbloqueio do corpo físico e da consciência, em que a pessoa se libertaria de preconceitos e de pressões culturais. “Devido aos ditames da cultura, você não tem oportunidade de se expressar. Essas impregnações culturais não permitem que a pessoa demonstre sua verdade mais íntima”, esclarece Aidda.

Libertação
O princípio fundamental do curso é estar presente e consciente, como explica Joselita Santos, 62 anos, psicopedagoga e professora de educação corporal na Escola Dinâmica Energética do Psiquismo. “São exercícios de respiração e postura, que permitem a percepção da carga energética do corpo, pontos de entrada e saída de energia”, diz. O curso completo de DEP tem duração de dois anos, com 20 encontros realizados aos fins de semana, e é composto de atividades práticas, vivenciais e teóricas. Um certificado para uso da técnica em atividade profissional é concedido aos alunos que produzem trabalho de conclusão de curso. A terapia é indicada para profissionais e gestores de todas as áreas que queiram desenvolver habilidades pessoais e o potencial criativo e realizar uma busca interior, mas é contraindicada para pessoas com desequilíbrio mental.

José Toshimori Nakane, 56 anos, engenheiro agrônomo e consultor ambiental, conheceu a escola em 2000, foi aluno por quatro anos e hoje é professor. “O princípio do autoconhecimento é descobrir as próprias qualidades. No trabalho, a técnica ajuda a observar como a organização funciona, identificar se a instituição conta com planejamento estratégico claro e se tem responsabilidade social com a área em que atua”, observa.

Validação científica
O consultor e coach empresarial Ricardo Masstalerz, 48 anos, foi empresário por mais de 20 anos e decidiu vender as próprias empresas em 2010, quando procurou cursos e práticas de desenvolvimento pessoal. “A DEP, nesse trabalho corporal e de respiração, mantém você mais presente e consciente e amplia sua percepção. Isso é fundamental no mundo dos negócios e no dia a dia das organizações, porque existe um processo de automatização das decisões, o que pode levar a repetir erros. A gente termina reproduzindo os mesmos padrões que não levam a resultados diferentes e que não são satisfatórios.” Inicialmente, Ricardo questionou a validade da técnica, mas decidiu experimentar por causa da indicação de amigos empresários. “Sou uma pessoa bastante racional e cognitiva, mas me permito conhecer outras coisas, com ceticismo. Nas primeiras aulas, percebi que a DEP agrega muito em percepção, redução da ansiedade e da agitação mental, por isso prossegui com o curso”, confessa.

De acordo com Aidda Pustilnik, a DEP possui embasamento científico na neurociência e na biologia. “A ciência constata que o contexto cultural — que forma a personalidade — fica gravado na membrana das células”, defende a professora, em referência ao trabalho do biólogo americano Bruce Lipton. Porém, para eliminar as chamadas impregnações culturais, a técnica aposta em conceitos não só de psicologia, mas também de crenças e estudos tradicionais da medicina oriental — não aceitos pela academia. A professora Joselita Santos explica que o corpo docente da instituição é formado por psicoterapeutas, médicos e outros profissionais que, muitas vezes, levam questões da DEP para trabalhos em universidade. Ela afirma, porém, que a validação acadêmica não é exatamente o foco da escola. “Não é um curso de formação para psicoterapeutas: quem forma é a academia. Trabalhamos para desenvolver a consciência sobre a potencialidade criativa do indivíduo.”

Estude
Escola Dinâmica Energética do Psiquismo
Cursos em Brasília, São Paulo, Salvador, Fortaleza, Maceió e Belo Horizonte
Carga horária: 360 horas divididas em 20 encontros
Valor: R$ 4,5 mil por ano
Contato: (61) 9983-2381 / 9965-4304 ou pelo site www.depisique.org.br

publicidade

publicidade