Cursos superiores

Estudos da meteorologia são importantes para a sociedade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/03/2015 10:05

Portal MEC

Vai pegar um casaco antes de sair de casa? Quando é a melhor época para plantar? É seguro para o avião decolar? Nesta segunda-feira, 23, comemora-se o Dia Mundial da Meteorologia, a ciência que pode ajudar a tomar estas decisões.

A meteorologia estuda os processos físicos que governam o comportamento da atmosfera e as interações entre seus fenômenos e a superfície da Terra. No Brasil são oferecidos 11 cursos superiores de graduação na área, oito deles em universidades federais. Além disso, as pesquisas em meteorologia apresentam resultados de grande valor para a sociedade, tanto no que diz respeito à redução dos desastres naturais de origem atmosférica quanto no planejamento ambiental e socioeconômico a curto, médio e longo prazos.

 

Além da pesquisa e da previsão do tempo, outros setores importantes cotidianos necessitam das informações sobre o tempo e o clima, como as áreas de defesa civil; agricultura; aviação e navegação; setor energético e de gerenciamento de recursos hídricos; estudos de impacto ambiental e controle de poluentes; entre outros.

 

A estudante Larissa de Freitas, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), usou a facilidade em física e matemática na hora de escolher o curso de meteorologia. “Eu escolhi meteorologia porque gostava de física e de matemática no ensino médio, e também sempre achei interessante descobrir curiosidades sobre a área. Então, depois de algum tempo pesquisando, acabei colocando meteorologia como primeira opção por reunir na grade curricular tudo o que eu gostava”, conta.

 

Larissa diz que o curso não é fácil, especialmente pela exigência de cálculo e física durante toda a graduação, o que leva a um grande número de desistências. “Quem fica aprende muito dentro e fora da sala de aula, quase todos os professores estão envolvidos em projetos de pesquisa e essa é uma boa oportunidade de se aprofundar no conteúdo dado em sala de aula”, conclui.

 

De acordo com o professor Luiz Francisco Pires Guimarães Maia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a universidade está investindo nas atividades práticas e na extensão universitária para combater a evasão dos estudantes. “Estamos com projetos para levar os estudantes para o campo. A meteorologia oferece uma grande área de atuação, seja na agrometeorologia, na pesquisa de dinâmicas atmosféricas e na área de mudanças climáticas”, diz.