SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Jovens repórteres durante as férias

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/07/2015 11:14 / atualizado em 16/07/2015 11:16

Camila de Magalhães

Camila de Magalhâes

Ao longo desta semana, jovens de 14 a 17 anos passam por uma experiência marcante. Eles aproveitam as férias para adquirir novos conhecimentos no curso Jovem Repórter, da Fundação Assis Chateaubriand, e conhecer a rotina do jornalismo. Os jovens puderam tirar todas as dúvidas em um bate-papo com profissionais dos Diários Associados. A repórter de Cidades Adriana Bernardes explicou como as sugestões de pauta chegam ao jornal, o que se deve levar em conta na hora de produzir uma matéria. Já a editora de Opinião do jornal, Dad Squarisi, mostrou aos jovens a importância de se escrever bem. “A leitura e a escrita são a forma mais simples que a gente tem de se exprimir e se revelar ao mundo. Quanto melhor a gente se exprime, mais sucesso e satisfação interior tem”, defendeu Dad.

Levar sentimento e emoção para os desenhos foi uma das dicas passadas pelo ilustrador do Correio Fernando Lopes. Ele mostrou uma série de exemplos de trabalhos para o jornal, inclusive reconhecidos por prêmios. Na sala de reuniões da Redação do Correio, o editor de Fotografia Luís Tajes destacou como é a rotina dos fotógrafos e lembrou o importante papel do leitor para a cobertura de acontecimentos da cidade. Os estúdios da TV Brasília e da Clube FM também encantaram os participantes do curso. Pela manhã, o locutor Arthur Luís Cardoso recebeu os jovens durante a programação ao vivo da rádio. À tarde, quem recebeu o grupo na TV Brasília foi o apresentador do DF Alerta, Fred Linhares.

Para a superintendente executiva da Fundação Assis Chateaubriand, Mariana Borges, o curso é uma oportunidade de contribuir com a formação integral desses jovens. “Temos um compromisso claro com a geração de conhecimento e a transformação social. Proporcionar esse contato com o mercado de trabalho é algo que pode fazer a diferença na vida deles”, observou. “Esse contato foi importante para ganharmos experiência e para chegar à faculdade com uma outra visão”, afirmou a estudante Bianca Roscoe.

publicidade

publicidade