SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Entidade abre mais de 8,5 mil vagas para Jovem Aprendiz em 18 estados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/01/2016 19:45

Agência Brasil

 

A organização sem fins lucrativos Ensino Social Profissionalizante (Espro), ligada ao Rotary Club, abriu inscrições para mais de 8,5 mil vagas destinadas a jovens entre 15 e 22 anos que desejem participar do Programa Jovem Aprendiz em empresas localizadas em mais de 50 municípios, em 18 estados.

 

Há vagas em São Paulo, Minas Gerais, Alagoas, Rio de Janeiro, Paraná, Goiás, Pernambuco, Santa Catarina, no Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Pará, na Bahia e Paraíba.

A entidade trabalha como capacitadora dos jovens, em convênio com grandes empresas de diversos setores, como o bancário e a indústria alimentícia e farmacêutica.

 

De acordo com a legislação brasileira, todas as empresas públicas e privadas de médio a grande porte devem ter de 5% a 15% de aprendizes nas funções que demandem capacitação profissional em seu quadro de funcionários.

 

Os jovens podem ser contratados como aprendizes por um período máximo de dois anos. O contrato é registrado na carteira profissional e garante pagamento de salário-mínimo/hora, formação técnico-profissional e outros direitos trabalhistas e previdenciários, como 13º salário, recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), vale-transporte e férias.

A carga horária do jovem aprendiz deve ser de, no máximo, 6 horas, e os aprendizes que não tiverem concluído o ensino médio devem ter uma rotina que não interfira na frequência escolar. Em geral, é dada preferência a jovens em situação de vulnerabilidade social.

 

A meta do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) é atingir a marca de 1,7 milhão de jovens aprendizes contratados entre 2016 e 2019. Os interessados nas vagas da Espro devem cadastrar o currículo no endereço www.espro.org.br/cadastrocurriculo

 

publicidade

publicidade