SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Projeto Favelagrafia convidou fotógrafos para retratar suas comunidades

O objetivo é valorizar o talento local e a beleza das favelas do Rio de Janeiro com auxílio de um iPhone SE

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/08/2016 15:20 / atualizado em 15/08/2016 15:31

Projeto Favelagrafia/Divulgação


O projeto Favelagrafia, criado pela NBS Rio+Rio, tem como objetivo retratar de forma verdadeira e pouco óbvia a realidade das comunidades do Rio de Janeiro. Nove fotógrafos amadores, cada um de uma favela carioca, foram selecionados para buscar ângulos inusitados de suas próprias comunidades. As fotografias serão transformadas em artes gráficas que representarão as favelas onde foram tiradas.

As nove comunidades selecionadas foram Morro do Borel, Santa Marta, Morro da Mineira, Complexo do Alemão, Providência, Cantagalo, Babilônia, Rocinha e Morro dos Prazeres. A iniciativa visa valorizar o dia a dia das comunidades e os talentos locais, dando visibilidade para os fotógrafos amadores e para as belezas das favelas do Rio, pelo olhar que só quem conhece tem.

A preparação dos fotógrafos foi composta por um workshop e instrução de utilização do iPhone SE. No final de outubro, haverá uma exposição das obras fotográficas produzidas para o encerramento do projeto. No evento de inauguração, serão apresentados um livro e um site documentado o projeto, com informações do perfil dos fotógrafos e formas de contato.

O projeto tem apoio da Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, com patrocínio do Consórcio Linha 4 Sul e da NBS Rio+Rio, idealizadora da iniciativa. A produção pode ser acompanhada pelo instagram @favelagrafia.

publicidade

publicidade