Deputado afirma "que quem não tem dinheiro, não faz faculdade"

Frase foi registrada em vídeo e postada no Youtube depois da votação da PEC 241, que limita os gastos públicos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/10/2016 19:57

Uma conversa registrada em vídeo entre o deputado Nelson Marquezelli (PTB/SP) e um homem identificado com professor do Instituto Federal de Goiás (IFG) está causando polêmica nas redes sociais. Em menos de três minutos de conversa, os dois passam de uma interpelação amigável para uma discussão brusca. O assunto da conversa era o possível impacto da aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241 à educação e à saúde pública.

Aos 53 segundos do vídeo, o homem pergunta ao deputado sobre o impacto da PEC 241 para as universidades e para o Sistema Único de Saúde (SUS), uma vez que as ressalvas feitas na proposta para poupar as duas áreas só valem para o ano de 2018. Nelson Marquezelli rebate dizendo que "tem que cortar universidade" e "deixar no ensino fundamental". Ele continua dizendo "não vai cortar, mas quem pode pagar vai ter que pagar, meus filhos vão pagar" ao que o outro homem retruca "mas os filhos do senhor têm condições, a maioria da população brasileira não tem". E neste momento, próximo ao um minuto e quatro segundos, que o deputado solta a frase que causou furor nas redes: "quem não tem dinheiro não faz" e depois emenda, "vai estudar na USP (Universidade de São Paulo) que é de graça".

O vídeo termina com os dois interlocutores bastante exaltados ainda discutindo o assunto. Alguns professores e alunos do IFG, câmpus Uruaçu, estavam na Câmara para protestar contra a medida. O principal argumento é que os serviços públicos serão sucateados depois do corte de gastos. Em nota divulgada pela assessoria de imprensa no Facebook, o parlamentar argumenta a posição em favor da PEC. "O Estado não pode gastar mais que arrecada. Defendo a gratuidade para a população de baixa renda em instituições públicas, mas subsidiar a quem tem condições de pagar a universidade sou totalmente contra." Veja o vídeo completo e leia a postagem do deputado abaixo: