SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia vai até o próximo domingo (23)

Unidas em torno de um objetivo comum, divulgar as práticas científicas para crianças e jovens, cidades de todo o país organizam atividades com o tema Ciência alimentando o Brasil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/10/2016 22:26 / atualizado em 20/10/2016 13:38

 

Gabriela Studart/Esp. CB/D.A Press

 

A 13º Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), evento com o objetivo de aproximar a pesquisa e a inovação da população, tem atividades até o próximo domingo (23) em 427 cidades brasileiras. Com o tema "Ciência alimentando o Brasil", a ideia é envolver crianças, jovens e adultos em iniciativas que estimulem a curiosidade e a discussão sobre problemas sociais. A motivação para a escolha do tema deste ano foi a decisão da Assembleia Geral das Nações Unidas, que proclamou 2016 o "Ano Internacional da Leguminosas (AIL) ".




O Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), associação civil sem fins lucrativos, participa da semana com o projeto “Ciência amiga das abelhas” no Jardim Botânico de Brasília. A intenção é mostrar para os participantes a importância dos polinizadores na produção de alimentos a nível global. O coordenador do projeto do CGEE na SNCT, Antonio Carlos Guedes, destaca a importância do debate sobre alimentação.

“Hoje temos sete bilhões de pessoas no mundo e, nessa perspectiva, seremos 9,5 bilhões em 2050. Então, precisamos de mais ciência e mais tecnologia na agricultura para alimentar toda essa gente. Cada instituição que participa encontra uma forma de traduzir esse espírito de uma forma diferente. Nós escolhemos falar sobre a importância dos polinizadores para a produção de alimentos, trabalho que é feito principalmente pelas abelhas. Elas estão desaparecendo quando se substitui, por exemplo, o cerrado por monoculturas de soja. Decidimos levar para o conhecimento do público essa questão e estimular formas que visam diminuir a perda como, por exemplo, utilizar mais plantas floríferas e melíferas,” explica.

A coordenação nacional da SNCT é de responsabilidade do Ministério da Ciência, Tecnologia Inovações e Comunicações (MCTIC). Colaboram com a realização deste evento secretarias estaduais e municipais, agências de fomento, espaços científico-culturais, instituições de ensino e pesquisa, sociedades científicas, escolas, órgãos governamentais, empresas de base tecnológica e entidades da sociedade civil. No total são 17683 atividades promovidas por 1749 instituições participantes. No Distrito Federal, as ações estão concentradas no Jardim Botânico, Universidade de Brasília (UnB), Pavilhão de Exposição do Parque da Cidade e Planetário de Brasília.

Confira o cronograma completo e a agenda para o DF aqui.

publicidade

publicidade