Comitê ligado ao Passe Livre ocupa Administração de Brazlândia

Manifestantes também exigem a retomada da linha Brazlândia/L2 Norte

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/01/2017 20:14 / atualizado em 11/01/2017 20:24

 


O Comitê Popular de Transporte de Brazlândia, ligado ao movimento Passe Livre do Distrito Federal, ocupou a Administração de Brazlândia nesta quarta-feira (11), às 17h30. Além de se posicionarem contra o aumento das passagens, os manifestantes apresentaram uma pauta com reivindicações para que o administrador local, Devanir Gonçalves, assine e se comprometa com as demandas.

De acordo com o estudante identificado apenas por Vitor, 23 anos, militante do movimento, a polícia foi chamada. “Estamos buscando um diálogo, mas o administrador chamou a polícia e estão pressionando para a gente sair”, diz. O grupo que está ocupando não quis informar o número de pessoas presentes no local e não deram prazo para saírem.

Pauta apresentada

Os ocupantes exigem a retomada da linha Brazlândia/L2 Norte até 18 de janeiro, além de emissão de pronunciamento público por parte de Devanir, reconhecendo que o atual sistema de transporte não é apropriado para a cidade. Além disso, solicitam uma reunião pública com as autoridades competentes (governador, Imprensa, Secretário de Tranporte, DF TRANS) para tratar sobre questões do transporte local acerca mudanças na forma de operar e subsidiar o sistema, até a primeira semana de fevereiro de 2017.