SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Inep

Autarquia completa 80 anos com série de eventos comemorativos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/01/2017 21:00

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) completa 80 anos de fundação nesta sexta-feira, 13. Neste dia, às 9h30, será hasteada a primeira bandeira oficial da autarquia. Em seguida, às 10h, haverá uma solenidade no auditório do Inep, em Brasília, para abrir as celebrações.

Durante a cerimônia, a ser conduzida pela presidente Maria Inês Fini, com a presença de autoridades, será apresentada a marca comemorativa dos 80 anos da autarquia. Os Correios vão divulgar um selo postal e um carimbo comemorativo relacionados às festividades.

No mesmo dia, será anunciado o Prêmio Inep de Jornalismo – Avaliações e Estatísticas Educacionais, que visa estimular a reflexão sobre as informações geradas pelo instituto. Além disso, irá ao ar o novo portal do Inep na internet.

Os profissionais que trabalharam no Inep nos primeiros anos de funcionamento serão homenageados. Carlos Teixeira, filho de Anísio Teixeira, educador brasileiro que foi diretor do Inep e teve seu nome incorporado ao do instituto, receberá um troféu em reconhecimento à atuação do pai.

A história da fundação do Inep será contada em uma Mostra Histórica. Um dos destaques é a foto da primeira equipe de servidores em frente à sede original da autarquia no Rio de Janeiro. A Orquestra de Câmara da Academia Brasiliana vai encerrar a solenidade com uma apresentação musical.

Projeto – Para divulgar e recordar as oito décadas de atuação da autarquia, foi criado o Projeto Inep 80 anos, um conjunto de ações voltadas a conservar a memória coletiva do instituto. As atividades seguem até 30 de julho de 2018.

Entre elas, estão eventos comemorativos locais, nacionais e internacionais, abertos à sociedade, para homenagear e debater a trajetória do Inep e da educação no Brasil. Também serão lançadas publicações associadas à história e à contribuição da autarquia.

Ao longo desse período, haverá mostras e exposições baseadas em pesquisas em fontes bibliográficas e documentais, disponíveis no Centro de Informação e Biblioteca em Educação do Inep e em outros acervos sobre a educação brasileira. Serão realizados, ainda, encontros de memória – debates entre diferentes gerações de pessoas envolvidas com a autarquia. Por fim, será aberto um canal temporário de participação social voltado a professores e estudantes da educação básica e superior, servidores da área educacional e cidadãos, para recolher sugestões de inovação das ações do Inep.

História

O Inep foi fundado em 13 de janeiro de 1937 com o nome de Instituto Nacional de Pedagogia, como resultado de uma reforma do Ministério da Educação e Saúde Pública no governo de Getúlio Vargas. A Lei nº 378/37 criou um órgão “destinado a realizar pesquisas sobre os problemas do ensino, nos seus diferentes aspectos”.

No ano seguinte, tornou-se Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos, com as competências e a estrutura definidas pelo Decreto-Lei nº 580, de 30 de julho de 1938. O primeiro diretor do instituto foi o educador Lourenço Filho; as atividades se realizavam no conjunto do Calabouço, no Rio de Janeiro. Só em 1972, o Inep recebeu o nome atual: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais. Em 1997, foi reestruturado e virou autarquia.

Ao longo de oitenta anos, o Inep consolidou-se como referência em políticas públicas educacionais no Brasil pelas informações que produz. Entre as principais ações da autarquia estão as avaliações da educação básica e superior, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). O instituto também é responsável pelas estatísticas e índices educacionais, como o censo da educação básica e o da educação superior, além do cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Conheça mais sobre as ações Inep no portal eletrônico da autarquia.

Portal MEC

publicidade

publicidade