SIGA O
Correio Braziliense

Projeto Parque Educador é retomado no Três Meninas

Assinatura de portaria conjunta e do plano de gestão ocorreu nesta segunda (15), em Samambaia, com plantio de mudas. Iniciativa prestará atendimento pedagógico a escolas que tenham o regime de educação integral. Objetivo é alcançar 25 mil alunos do ensino fundamental

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/05/2017 18:43

Tony Winston

As Secretarias de Educação e do Meio Ambiente assinaram portaria conjunta e o plano de gestão — este, em parceria com o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) — do projeto Parque Educador. A cerimônia marcou a retomada do programa lançado em 2015, mas que não tinha avançado por dificuldades operacionais, solucionadas agora com o plano.

 

A solenidade ocorreu nesta segunda-feira (15) no Parque Três Meninas, em Samambaia, um dos quatro contemplados na iniciativa.

 

O Parque Educador consiste em promover atendimento pedagógico para alunos da rede pública em unidades de conservação. A lista inclui ainda o Parque Saburo Onoyama, em Taguatinga, o Parque Ecológico de Águas Claras e o Parque Sucupira, este com a Estação Ecológica de Águas Emendadas, em Planaltina.

 

O objetivo é atender cerca de 25 mil estudantes por ano. A ação de hoje está inserida nas comemorações dos 10 anos do Ibram, autarquia do governo de Brasília responsável pela manutenção dos parques. “Só cuidamos daquilo que amamos e só amamos aquilo que conhecemos”, disse a presidente do Ibram, Jane Vilas Bôas.

 

A posição de Jane é compartilhada pelos secretários de Educação, Júlio Gregório Filho, e do Meio Ambiente, André Lima. “É mais fácil aprender sobre plantas e animais indo aos parques do que olhando para um quadro negro”, disse Gregório Filho. “Os parques não são só da Secretaria do Meio Ambiente ou do Ibram, mas de todos, e é isso que queremos mostrar”, emendou Lima.

 

O Parque Educador integra o programa Brasília nos Parques, criado pelo Decreto nº 37.115, de 15 de fevereiro de 2016, que tem por finalidade aprimorar o uso público dos parques e unidades de conservação distritais, coordenando os esforços dos diversos órgãos e entidades do Distrito Federal.

 

Seleção de professores e escolas do programa Parque Educador

Oito professores vão atuar no programa. Eles vão passar por processo seletivo, em junho, e por curso de formação. Serão quatro duplas, uma para cada parque, que começam a atuar em agosto.

 

Ainda não estão definidas todas as unidades de ensino participantes. Em princípio, são as próximas dos parques, como o Centro de Ensino Fundamental 411, de Samambaia, representado na solenidade desta segunda (15).

Nas três primeiras semanas de cada mês, apenas essas escolas terão acesso. Na quarta semana, ele será ampliado a todas as unidades de ensino fundamental da rede pública, mediante agendamento virtual.

 

Entrega de equipamentos a escolas como compensação ambiental

Na solenidade de hoje, a Urbanizadora Paranoazinho doou R$ 33 mil em equipamentos, como computadores, mesas e cadeiras. Os recursos materiais vão ser utilizados na Estação Ecológica de Águas Emendadas, em Planaltina.

 

A entrega faz parte de acordo firmado entre a empresa e o Ibram como parte da compensação florestal do Grande Colorado, estabelecida em R$ 400 mil. Metade desses recursos será destinada para projetos socioambientais, e os outros 50%, a replantio de árvores.

 

Tony Winston

As seis primeiras mudas foram plantadas no Três Meninas. Uma delas foi a de João Vitor de Melo Silva, de 11 anos. “Esse projeto é legal porque vai nos trazer para o parque. Meu pai é dono de chácara, e eu sempre plantei, então estou no lugar certo”, disse o garoto.

 

Ibram completa 10 anos em 28 de maio

Em 28 de maio, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) completa 10 anos. Para comemorá-los, a autarquia preparou uma programação especial no mês.

 

Nesta terça (16), na AgroBrasília, às 8 horas, será aberta uma exposição sobre a história, as funções e as principais ações promovidas pelo Ibram, com foco na área rural. A mostra poderá ser vista até sábado (20), quando acaba a feira, que vai ocorrer no Parque Ivaldo Cenci (PAD-DF, BR-251, km 5).

 

De 22 a 25 de maio, a exposição percorrerá quatro parques ecológicos: Parque Ecológico Dom Bosco (Lago Sul), Parque Ecológico dos Jequitibás (Sobradinho), Parque Ecológico Ezechias Hering (Guará) e Parque Ecológico de Águas Claras (Águas Claras).

 

No domingo (21), haverá a 4ª Caminhada nos Parques do DF, a partir das 8 horas. Serão percursos simultâneos, com três horas de duração, em 15 unidades de conservação (veja a lista abaixo). O passeio contará com guias do Grupo de Caminhadas Brasília.

 

Em 27 de maio, está prevista a inauguração do Parque Ecológico do Gama, às 9 horas. No dia 30, no Riacho Fundo I, serão entregues cartilhas de construção coletiva de educação ambiental, também às 9 horas.

 

No último dia de maio (31), às 9 horas, no Parque do Cortado, em Taguatinga, será lançado o edital com termo de colaboração com entidades sem fins lucrativos, para o funcionamento do hospital veterinário.

 

Instituto Brasília Ambiental é responsável pela política de meio ambiente

Criado por meio da Lei nº 3.984, a missão primordial do Ibram é a de executar e fazer executar as políticas de meio ambiente e de recursos hídricos do Distrito Federal, bem como controlar e fiscalizar o seu manejo.

 

Além da promover a educação ambiental — como no caso do projeto Parque Educador —, constam entre as atribuições do instituto a gestão de mais de 90 unidades de conservação, a fiscalização ambiental de todo o território do DF, o monitoramento da fauna, da qualidade do ar, de nascentes, e o licenciamento de empreendimentos e atividades utilizadoras de recursos ambientais, considerados efetiva ou potencialmente poluidores.

 

Programação de aniversário de 10 anos do Ibram em maio

 

Dia 16 (terça-feira)

Às 8 horas

Exposição na AgroBrasília

 

Dia 21 (domingo)

Às 8 horas

4ª Caminhada nos Parques do DF

Unidades participantes:

  1. Águas Claras (Parque Ecológico Águas Claras)
  2. Asa Sul (Parque de Uso Múltiplo da Asa Sul)
  3. Cortado (Parque Ecológico de Uso Múltiplo do Cortado)
  4. Ecológico do Guará (Parque Ecológico Ezechias Heringer)
  5. Ermida Dom Bosco (Parque Ecológico Dom Bosco)
  6. Floresta Nacional
  7. Jardim Botânico de Brasília
  8. Jequitibás (Parque dos Jequitibás)
  9. Arie Granja do Ipê — Região da Mesa JK
  10. Asa Norte (Parque Ecológico e de Uso Múltiplo Olhos d’Água)
  11. Parque Nacional
  12. Planaltina (Parque Ecológico dos Pequizeiros)
  13. Ponte Alta do Gama (Parque de Uso Múltiplo Ponte Alta do Gama)
  14. Serrinha do Paranoá e Cachoeira do Urubu (Arie)
  15. Samambaia (Parque Três Meninas)

 

Dia 22 (segunda-feira)

Às 14 horas

Exposição no Parque Ecológico Dom Bosco

Lago Sul

 

Dia 23 (terça-feira)

Às 14 horas

Exposição no Parque Ecológico dos Jequitibás

Sobradinho

 

Dia 24 (quarta-feira)

Às 14 horas

Exposição no Parque Ecológico Ezechias Herimg

Guará

 

Dia 25 (quinta-feira)

Às 14 horas

Exposição no Parque Ecológico de Águas Claras

Águas Claras

 

Dia 30 (terça-feira)

Às 9 horas

Lançamento de cartilhas de construção coletiva de educação ambiental

Caub, Riacho Fundo I

 

Dia 31 (quarta-feira)

 

Às 9 horas

Lançamento de edital do termo de colaboração com entidade sem fins lucrativos para o funcionamento do hospital veterinário

Parque do Cortado, Taguatinga

 

 

 

Agência Brasília