SIGA O
Correio Braziliense

Base Curricular

Debatedores defendem urgência para novas orientações previstas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/05/2017 21:39 / atualizado em 25/05/2017 21:43

 

Debatedores defenderam a urgência em aprovar as novas orientações curriculares previstas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para reduzir a defasagem do ensino da matemática no País.

 

O tema foi discutido nesta quinta-feira (25) em reunião da Comissão de Educação da Câmara.

 

O documento que define as linhas gerais do que os alunos devem aprender a cada ano foi entregue pelo Ministério da Educação (MEC) ao Conselho Nacional de Educação (CNE) em abril. Antes de ser homologado, o texto será discutido em cinco audiências públicas em cada região do País.

 

Para o secretário-executivo adjunto do MEC, Felipe Sartori, a implementação do BNCC, no cronograma da reforma do ensino médio, é ainda mais importante que o aumento de recursos na área. “O ministério triplicou os recursos nos últimos anos, só que a qualidade não acompanhou, não teve nenhum avanço”, disse ao acrescentar que, desde 2011, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) não aponta avanço na aprendizagem da matemática.

 

O diretor do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Marcelo Viana, observou que a modernização do ensino da matéria vai demandar mais do que o esforço de professores e acadêmicos. “É importante continuar avançando na restruturação do sistema educacional, em particular com a promulgação da BNCC, e na reforma do ensino médio outra iniciativa que nós consideramos urgente”, disse.

 

O deputado Celso Pansera (PMDB-RJ) defendeu inclusão de mais verbas para o Impa no orçamento e a construção de nova sede para o instituto. “É necessário porque ele é uma referência para a matemática e para pesquisadores do Brasil e do mundo especialmente da América Latina”, comentou.

 

Pesquisa em Matemática
Marcelo Viana ressaltou ainda que, apesar do baixo rendimento escolar, o País tem se destacado em pesquisa na área. Em 2018, o Brasil vai sediar o Congresso Internacional de Matemáticos (ICM) e será o quinto país em número de palestrantes, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, da França, da Alemanha e da Inglaterra. “Nós temos capacidade de reverter o quadro do ensino e da cultura da matemática no País, a prova é que conseguimos alcançar essas conquistas”, frisou.

 

Celso Pansera também reforçou a necessidade de implementar a agenda da reforma educacional. “São louváveis todas as iniciativas de buscar a base de alunos em escolas de tempo integral e de criar os itinerários informativos, o que melhora a fluidez da educação e oferece aos estudantes opções mais adequadas a sua vocação”, disse.

 

O deputado Alex Canziani (PTB-PR), que solicitou o debate, informou que a Comissão de Educação vai participar do Biênio da Matemática 2017/2018 promovendo diálogos entre profissionais da área para sugerir técnicas pedagógicas alinhadas à Base.

 

Eventos programados
Várias atividades já estão programadas no biênio:


2017
• Abril a novembro - Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Privadas, em 5.380 municípios (24 milhões de participantes do Ensino Fundamental, Médio e Universitário de todo o Brasil);
• 12 a 23 de julho de 2017 - 58ª Olimpíada Internacional de Matemática, no Rio de Janeiro (1.300 alunos do Ensino Médio de 120 países)
• Outubro – III Simpósio Nacional de Formação de Professores de Matemática (4 mil professores de todo o Brasil);
• Outubro – Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (20 mil participantes em todos os estados)

 

2018
• Abril a novembro - Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Privadas, em 5.380 municípios (24 milhões de participantes do Ensino Fundamental, Médio e Universitário de todo o Brasil);
• 27 a 30 de abril de 2017 - Festival da Matemática;
• 31 de julho de 2018 - Assembleia Geral Deliberativa da União Internacional de Matemáticos, em São Paulo:
• 31 de julho de 2018 – Encontro Mundial de Mulheres Matemáticas, no Riocentro (RJ);
• 1 a 9 de agosto de 2018 – Congresso Mundial de Matemáticos, no Riocentro (RJ)

 

 

Agência Câmara