Competição

Projeto sobre uso de agrotóxicos vence Olimpíada de Inovação do IFMG

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/06/2017 20:08

Promover inovação e estimular a geração de negócios. Esses foram os principais objetivos da primeira Olímpiada de Inovação do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG), encerrada este mês. A equipe vencedora – Equifuturo – recebeu R$ 15 mil pela criação de um sistema eletrônico para a aplicação de agrotóxicos. Já a equipe Os Integrados, que desenvolveu um alimentador eletrônico com acesso remoto para cães, recebeu R$ 9 mil.

 

O projeto vencedor consiste em controlar a quantidade de agrotóxicos de acordo com o volume da planta. O sistema foi implantado utilizando um pulverizador adaptado e gerou uma economia de 80% na quantidade de agrotóxico utilizada em plantas de pequeno porte e de 54% nas de porte médio.

 

De acordo com o coordenador do Núcleo de Inovação Tecnológica do IFMG e coordenador da Olimpíada, Edilson Nolaço, os institutos federais têm um grande potencial de desenvolver tecnologia e um potencial de fazer com que essas tecnologias cheguem ao mercado. “E a olimpíada teve esse papel de fazer com que os alunos já vislumbrem a produção de tecnologia e inovação para que possam chegar ao mercado”, explica.

 

No final do ano passado, foram selecionadas, além da Equifuturo e da Os Integrados, mais quatro equipes. Cada uma recebeu R$ 4 mil para desenvolverem seus projetos. Os principais quesitos para aprovação dos projetos foram a interdisciplinaridade, além da inovação e o potencial de mercado.