Mulheres Mil

Programa distribui em Alagoas diplomas de conclusão de curso

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/06/2017 19:46

Mais de 120 mulheres foram certificadas pelo programa Mulheres Mil na tarde da última terça-feira, 20, no Instituto Federal de Alagoas (IFAL), campus Benedito Bentes. As alunas dos cursos de agente de alimentação escolar, camareira, cuidadora de idosos, cuidadora infantil, e auxiliar de garçom receberam o diploma de conclusão de curso.

 

“Sinto-me emocionada por saber que muitas estão recebendo um certificado pela primeira vez na vida. Aqui vocês foram acolhidas, aprenderam uma profissão, e, o mais importante, conquistaram o amor próprio, a dignidade, a autoestima”, disse a secretária de Educação Profissional e Tecnológica, Eline Nascimento, durante o evento.

 

Entre as concluintes, estavam as participantes da chamada Turma da Diversidade, iniciativa pioneira do programa no IFAL que integrou travestis e mulheres transexuais, em um projeto piloto de capacitação voltado a acolher a população LGBT.

 

Para o reitor do IFAL, Sérgio Teixeira, a formatura da primeira Turma da Diversidade pode ser considerado um momento épico. "O Ifal está fazendo história aqui. Em todo o Pronatec [Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego], que já capacitou milhões de pessoas de todo o Brasil, nunca houve uma turma que se dedicou ao acolhimento de pessoas trans", comentou o dirigente.

 

Em Alagoas, 23 unidades de ensino em diversos municípios foram contempladas na última pactuação do programa.

 

Programa

O Mulheres Mil faz parte do Plano Brasil sem Miséria, do Governo Federal, e atua no âmbito da inclusão educacional e produtiva de mulheres em situação de vulnerabilidade social. Além do módulo profissional, o programa contempla práticas de elevação da autoestima feminina e abordagem de temas transversais, como saúde e direitos da mulher, cidadania, inclusão digital, empreendedorismo, segurança alimentar e responsabilidade ambiental. 

 

Grupo – A Secretaria de Educação Profissional (Setec) lançou a Portaria nº 17, de 19 de maio de 2017, que institui um grupo de trabalho para proposição de diretrizes, mecanismos e procedimentos do processo de institucionalização do Programa Nacional Mulheres Mil, no âmbito da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, com a finalidade de contribuir para a oferta permanente de qualificação profissional para mulheres em vulnerabilidade social em todo o país.