publicidade

Guia Eu, estudante

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
Espírito urbano
Judeu nascido e criado no Brooklyn, Nova York, Will Eisner era um sujeito bom de traço que não via muita graça nas histórias de super-heróis, superpoderes. Criou um detetive, Spirit, que era o oposto desses fulgurantes personagens dos quadrinhos. Era sombrio e amargo. Na companhia de Spirit, pelos anos 1940, Eisner foi encontrando o que o interessava nos quadrinhos. Eisner desenhava o que conhecia, a única coisa que pensava poder desenhar com propriedade: a experiência urbana, a vida urbana, a poesia urbana. O homem e a cidade. À medida que Nova York se impunha como a grande metrópole do ocidente, Eisner ia desvelando becos e cortiços, calçadas e estações de metrô. Não se prendia à grandiosidade urbana, ao painel imenso. Interessava o pequeno cotidiano, a vizinhança. Aquilo que a vista, de tão acostumada, já não mais alcança. Interessava a cidade como uma experiência tátil, olfativa e sonora: seus desenhos evocam texturas, cheiros e sons. Will Eisner (1917-2005), traço firme e escrita enxuta, é considerado o pai da moderna história em quadrinhos. Admirado por artistas como Art Spiegelman, Neil Gaiman, Daniel Clowes, Lourenço Mutarelli. Esse volume, com histórias curtas sobre Nova York, traz o coração de Eisner. %u201CNova York %u2013 a vida na grande cidade%u201D De Will Eisner. Editora Companhia das Letras. 440 páginas. Preço:R$ 55,00.
Tags:

publicidade

publicidade