Alunos ganham concurso de redação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/12/2009 09:00

Evandro Matheus/Esp. CB/D.A Press
Um total de 15 alunos das redes pública, particular e técnica do Distrito Federal foram premiados, nesta terça-feira (8/12), no concurso de redação do Empreendedor Individual. O prêmio foi de R$ 1 mil para o aluno e o mesmo valor para seu professor. A redação tinha como tema principal a transformação de quem atua na informalidade em trabalhador autônomo. Mais de 3.500 estudantes concorreram. Os vencedores estavam divididos em cinco categorias: ensino fundamental (5ª e 6ª séries), ensino fundamental (7ª e 8ª séries), ensino médio), educação de jovens e adultos (EJA) e escolas técnicas. Dos 15 premiados 12 eram da rede pública. O primeiro colocado da categoria ensino fundamental (5ª e 6ª série), Leandro Ricardo de Souza, 13, contou com a preparação na escola CEF 20 da Ceilândia. A professora, Odilene Fernandes, tratou sobre o empreendedorismo em quatro aulas e inspirou os alunos a escreverem as redações. %u201CAcho que o diferencial da minha redação foi que tratei do sofrimento dos autonomos com a falta de beneficios%u201D, afirma Leandro. Já a aluna Letícia Campos Marques,17, do 3º ano do Centro Educativo Passionista no Riacho Fundo, ficou em primeiro lugar na categoria do ensino médio com o texto Ensaio contra a conformação. Antes de serem selecionados pelo juri, composto de integrantes da Secretaria de Educação, da Secretaria de Ciência e Tecnologia e do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino DF (Sinepe-DF), as redações foram escolhidas nas escolas. Cada um dos 58 estabelecimentos de ensino elegeu as dez melhores para representá-la. A professora do Setor Oeste Norma Jaqueline Ribeiro recebeu o prêmio, juntamente com a aluna Iza Priscila Duarte Costa. Ela ressaltou a importância da premiação ao professor. %u201CO professor é o responsável pelo direcionamento do aluno, esse tipo de reconhecimento motiva o docente a abraçar a causa%u201D explica. O Empreendedor Individual, que deu título ao concurso, é uma classificação para quem trabalha por conta própria ou tem um pequeno negócio, fatura até R$ 36 mil por ano e atua sozinho ou tem no máximo um funcionário. A nova categoria contempla o direito aos benefícios da previdência (aposentadoria, auxílio-doença e licença-maternidade), redução de impostos, acesso ao microcrédito, registro profissional rápido e gratuito e o alvará de funcionamento. A solenidade, que teve como mestre de cerimônias o apresentador Henrique Chaves, também marcou o lançamento do Passaporte do Empreendedor Individual, a garantia dada ao trabalhador que já está formalizado como empreendedor individual.
Tags: