SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Dad Squarisi dadsquarisi.df@dabr.com.br

Dicas de português

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/11/2012 10:49 / atualizado em 14/11/2012 10:50

Recado
“Quem é leitor precisa ler, tem necessidade física disso.”
Moacyr Scliar

Os sete pecados do latim
Por que semana se chama semana? A semana se chama semana porque vem de septimana. A latina significa sete manhãs consecutivas. Explica-se. O número cabalístico tem tudo a ver com as fases da lua. Com base na duração de cada uma, criaram-se os primeiros calendários anuais. São os calendários lunares. Eles orientavam os agricultores sobre as estações do ano e, consequentemente, os períodos de plantio e colheita.
A língua dos Césares doou mais ao português. A herança aparece no vocabulário e em expressões pra lá de sofisticadas. Escrevê-los e empregá-los como gente grande pega bem como usar cinto de segurança, respeitar as vagas privativas e dar sonoro bom-dia a desconhecidos encontrados no caminho.


Sic
Expulsaram o latim da escola. Não adiantou nada. Ele vive assombrando a língua. O sic, por exemplo. As três letrinhas aparecem a torto e a direito. Significam assim, desse jeitinho, sem tirar nem pôr. Usamo-las entre parênteses, depois de palavra desatualizada, com grafia incorreta ou com sentido inadequado ao contexto. Com elas, damos este recado ao leitor: o texto original é bem assim. Não tenho nada com isso.
Em bom português: o sic nos deixa bancar o Pilatos — lavar as mãos.


Mutatis mutandis
Eta coisa chique! Mutatis mutandis dá show de esnobação. A duplinha quer dizer mudando o que deve ser mudado. Usa-se quando se adapta uma citação ao contexto ou às circunstâncias. Em outras palavras: com a devida alteração de pormenores.


Habeas corpus
A polícia põe o suspeito no xilindró. Uma ordem judicial manda soltá-lo. É que o sabido entrou com pedido de habeas corpus. A expressão jurídica é antiga como andar pra frente. Quer dizer “que tenhas o corpo para apresentá-lo ao tribunal’. Na prática, tem duas funções. Uma: pôr em liberdade quem estiver ilegalmente preso. A outra: garantir a liberdade de quem estiver ameaçado de perdê-la. (É o tal habeas corpus preventivo.)


Habitat
A trissílaba dá nome ao conjunto de circunstâncias físicas e geográficas que oferecem condições favoráveis ao desenvolvimento de determinada espécie animal ou vegetal. Às vezes anda acompanhada do adjetivo natural. Mau. Muito mau. Trata-se de baita pleonasmo. Todo habitat é natural. O adjetivo sobra. Xô!


Persona non grata
Para diplomatas, o trio soa mal como voz de prisão ou voz de ex-marido e ex-mulher. Explica-se. Ele dá recado polido porém claro. Informa que a pessoa não é bem-aceita por um governo estrangeiro. Xô!


Carpe diem
Oba! Carpe diem soa melhor que a Quinta sinfonia, de Bethoven; A paixão segundo Mateus, de Bach; As quatro estações, de Vivaldi; o Danúbio azul, de Strauss; o Bolero de Ravel. Por quê? O significado responde: aproveite o dia de hoje. A vida é curta. A morte, certa.


Ipsis litteris
Você precisa copiar o texto ipsis litteris? Então não vacile. Transcreva-o textualmente — sem tirar nem pôr.


Dura lex, sed lex
Reparou? As expressões latinas não têm acento nem hífen. Se aparecer um ou outro, elas perdem a originalidade. Entram, então, na vala comum dos compostos. Ganham hífen. Compare: via crucis, via-crúcis.



Leitor pergunta
Nas páginas 13 e 15, a edição 32 da revista Somos traz frase atribuída ao professor Hermes Dias Resende: “Somos um grupo que estamos abrindo caminhos para ajudar na busca de uma educação por excelência...” Não está errado? O correto não seria: “Somos um grupo que está abrindo caminhos para ajudar na busca de uma educação por excelência...”?

Aroldo Pinheiro – Boa Vista, Roraima
Ops! Trata-se de silepse. A figura autoriza a concordância ideológica. Com ela, o rigor da gramática vai pras cucuias. Tem vez a ideia. No caso, o sujeito é grupo. O verbo deveria estar na 3ª pessoa do singular (está). Mas, graças à greguinha, o autor se incluiu na jogada.. É como se tivesse dito: "Nós, o grupo, estamos abrindo caminhos para ajudar na busca de uma educação por excelência".
Mais exemplos? Ei-los: Os brasileiros somos patriotas. Os três que escapamos seguimos para casa. Os cariocas damos show de samba; os baianos, de axé; os pernambucanos, de frevo.
(Coluna republicada. A autora está de férias.)
 

Tags:

publicidade

publicidade