publicidade

dadsquarisi.df@dabr.com.br

Dicas de português

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/02/2013 12:29

Dad Squarisi /Correio Braziliense

Recado
“A experiência é chama que só ilumina queimando.”
Benito Pérez Galdós


Acertos que garantem vagas 6
Errar é humano? É. Graças a Deus, temos permissão de ignorar o estabelecido e, também, de arriscar, de buscar o novo. Sem esse espaço de liberdade, estaríamos condenados à mesmice. Daí por que o teatrólogo Samuel Becket ter ensinado: “Erre. Erre mais. Mas erre melhor”. E Pope ter insistido: “Um homem nunca deve sentir vergonha de admitir que errou, o que é apenas dizer, noutros termos, que hoje ele é mais inteligente do que era ontem”.

A coluna preparou uma série de tropeços comuns. Embora simples, eles cobram preço alto. Vale o exemplo de Paulo Renato de Souza. O ministro da Educação do governo Fernando Henrique participava do programa eleitoral gratuito de reeleição do chefe. Depois de mostrar escolas, professores e ensino que punham Dinamarca, Finlândia e Suécia no chinelo, Paulo Renato disse: “A educação brasileira vai de encontro às expectativas da população". Dizem que FHC não foi derrotado porque era sábado. Os eleitores saboreavam feijoada e caipirinha. Não prestaram atenção ao desastre.


Ao encontro? De encontro?
Eta duplinha cruel. Por dar recados trocados, ela desmoraliza ministros, advogados, juízes, repórteres. É um deus nos acuda. Melhor fugir da cilada.

Ao encontro de quer dizer em favor de ou na direção de: O projeto veio ao encontro de seus interesses. O resultado das eleições pareceu-lhe vir ao encontro das ambições do prefeito. Caminhou ao encontro do filho.

De encontro a significa contra, em sentido contrário a: O carro foi de encontro à árvore. O projeto vai de encontro às pretensões do governador. Paulo Renato foi de encontro ao recado que pretendia dar.


Ao contrário? Diferentemente?
Moçada, olho vivo. E-mails, bilhetes & cia. mensageira têm compromisso com a precisão. Atenção à palavra certa na hora certa pega bem como dirigir
com cinto de segurança e respeitar a vaga destinada a deficientes e idosos.

Ao contrário é contrário mesmo, o oposto: sair e entrar, morrer e sobreviver, ficar em casa, ir pra rua.

Diferentemente significa de forma diferente: Diferentemente do divulgado, o brinquedo custa R$ 50, não R$ 500.


Ao invés de? Em vez de?
Ao invés de significa ao contrário de: Ao invés de pobre, era rica. Ao invés de rir, chorou. Veio rápido ao invés de vir devagar.
Em vez de quer dizer em lugar de: Em vez de Portugal, visitou a Espanha. Comprou carne em vez de peixe.
Superdica: na dúvida, use em vez de. A expressão substitui ao invés de: Saiu em vez de ficar. Morreu em vez de sobreviver. Comeu em vez de jejuar.


Ao nível de? Em nível de?
Ao nível de significa à mesma altura: Santos está ao nível do mar.

Em nível de tem os sentidos de em instância, no âmbito, paridade, igualdade: A decisão foi tomada em nível de diretoria. O consenso só será possível em nível político. As duas chefias estão em nível presidencial.

Superdica: a nível de não existe. É praga.


Aos domingos? No domingo?
Ops! A indicação de tempo arma ciladas para gregos e troianos. Seja esperto. Não caia na armadilha ao dizer quando você faz o quê.

Aos domingos significa todos os domingos: Vou à missa aos domingos. Há médicos que preferem dar plantão aos domingos. O comércio abre aos domin gos.

Os demais dias da semana seguem a mesma regra. Pedem a preposição a quando indicam ação que se repete: Os museus fecham às segundas-feiras (todas as segundas). Estudo inglês às terças e sextas. Costumo ir à livraria aos sábados.

No domingo (no sábado, na segunda) quer dizer que o fato ocorre uma vez ou de vez em quando: Paulo se casa no sábado. João nasceu na sexta-feira. Quero ir ao cinema na quarta.
Tags:

publicidade

publicidade