SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

LITERATURA »

Para não vacilar na rede

Editora de Opinião lança, em palestra nesta quinta, o livro Como escrever na internet

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/08/2014 12:12 / atualizado em 05/02/2016 21:20

Paloma Suertegaray

Em sua nova obra, a autora Dad Squarisi garante que não é preciso ter medo do  
Em sua nova obra, a autora Dad Squarisi garante que não é preciso ter medo do "internetês"


Com as novas tecnologias, é preciso buscar constante adaptação. A internet, por exemplo, revolucionou a leitura e a escrita, e é importante se manter atento às mudanças para conseguir se comunicar da melhor forma. Para os interessados em aprender o melhor estilo para usar on-line, a editora de Opinião do Correio Braziliense, Dad Squarisi, lança o livro Como escrever na internet, em palestra nesta quinta-feira.

O evento é aberto apenas para assinantes e será realizado no Auditório do jornal. Para se inscrever, basta confirmar presença hoje, das 9h às 13h, pelo telefone (61) 3342-1020, sem ter que pagar nada. Ao todo, são 80 pares de convites. A palestra começa às 19h30 e dura cerca de 1 hora. Depois, Dad autografará os livros, que serão vendidos com preço especial no dia, por apenas R$ 16,70.

“Para ser lido na internet, há duas regras de ouro: menor é melhor e menos é mais”, explica Dad. Segundo a jornalista, o internauta tem uma grande quantidade de informação na rede e, para captar a atenção dele, é preciso escrever de forma ágil e bem resumida. Essa é apenas uma das dicas contidas no livro e que também serão apresentadas durante a palestra. Quem tem dúvidas sobre como redigir um e-mail de forma eficiente, ou mesmo um post nas redes sociais, pode encontrar didáticas orientações na publicação, apresentadas sempre com um toque de humor. Além disso, a obra também inclui 300 dicas curtas de português, de até 140 caracteres, na medida para o Twitter.

No livro, Dad apresenta três técnicas essenciais para redigir um texto para a internet. “Primeiro, precisamos escolher vocábulos, frases e parágrafos mais curtos. Depois, é preciso cortar tudo que está sobrando, como artigos indefinidos e pronomes. Finalmente, deve-se trocar tudo que tem de longo por algo mais curto”, descreve. Dad diz, ainda, que não precisa ter medo do “internetês”: termos como “hj, vc, :)” podem ser utilizados de acordo com o contexto.

Esse é o segundo livro de Dad sobre a linguagem da internet. Em 2012, ela lançou o Manual de redação e estilo para mídias convergentes dos Diários Associados.

 (Editora Contexto/Rerpodução) 

Leia
Como escrever na internet
De Dad Squarisi
Editora Contexto
124 páginas
R$ 23,90


Programe-se


Palestra e lançamento do livro Como escrever na internet, com Dad Squarisi
Data: quinta-feira, às 19h30
Onde: Auditório do Correio Braziliense (SIG Quadra 2, Lote 340) Confirme sua presença pelo
telefone (61) 3342-1020, hoje, das 9h às 13h.


Confira algumas dicas do livro


» 1) Em pé e de pé jogam no time da canseira: Viajou em pé, Viajou de pé. Estou em pé. Estou de pé.
» 2) O queijo gostoso, companheiro inseparável da pizza, tem dois nomes. Um: mozarela. O outro: muçarela — com ç sim, senhor;
» 3) Catorze e Quatorze  são irmãozinhos gêmeos. Escolha. A alternativa é uma só — acertar ou acertar.
» 4) Fim de semana ou final de semana sugerem pausa na rotina. Fico com a curtinha fim de semana. Na língua moderna, menor é melhor.
» 5) A menininha nada de braçadas. Ela é o bebê. É, também, a bebê. Elas são os bebês. Ou as bebês.
» 6) Luís e Luiz figuram em certidões de nascimento. Mas Luís tem acento. Luiz não.
» 7) Esporte e desporto convivem em harmonia: Rafa é esportista.
Rafa é desportista.
» 8) O Aurélio só registra berinjela. O Houaiss, beringela e berinjela. Oba! Adeus, dilema!
» 9) Quem tem mania de grandeza é megalômano. Ou megalomaníaco. O dicionário abona as duas palavras. A segunda é mais usada. Melhor.
» 10) Bênção ou benção?  Tanto faz. Mas o plural muda. De bênção é bênçãos. De benção, benções.
 
 

 

publicidade

publicidade