SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

dadsquarisi.df@dabr.com.br

Dicas de português

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/12/2014 10:59

Dad Squarisi /Correio Braziliense

Recado

“Se você precisa de muitas palavras pra dizer o que pensa, pense mais um pouco.”

Denis Roch



 (Eneida Serrano/Divulgação) 


Sobre o ano-novo...

“Para ganhar um ano-novo que mereça esse nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo. Eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o ano-novo cochila e espera desde sempre.” (Carlos Drummond de Andrade)


“Declaro que depositei, nesta data, na conta corrente pessoal de cada um de vocês, a importância de 365 dias para serem gastos em 2015, prenhes de paz, saúde e felicidade, com rendimento de 100% de juros (ao dia), com isenção de todos os impostos e taxas e com seguro total gratuito.” (Eugênio Cechin)


“Quando soarem os sinos à meia-noite, todo mundo
atirará pela janelas as panelas velhas e os vasos rachados.” (dito italiano)


“Não pedi coisas demais para não confundir Deus, que à meia-noite de ano-novo está tão ocupado.” (Clarice Lispector)


“Desejo-te isto: quando falares, cuida que tuas palavras sejam melhores que o silêncio.” (Provérbio indiano)


“A felicidade é para aqueles que a fazem, não para os que a procuram.” (Rubem Alves)
“Ano-novo, vida velha. A vida é mais do que calendários, fusos ou órbita gravitacional.”
(Carlos Heitor Cony)


“Que o ano-novo não seja como o outono da vida, quando as folhas caem deixando apenas lembranças de dias bons e ruins. Que seja como a primavera da vida, que produz frutos e dos frutos sementes que podem ser plantadas a cada dia e colhidas a cada amanhecer.” (Jamesson Júnior)


“O ano-novo chegou e com ele as novas
promessas. Todo início de ano é assim. Planejamos, projetamos, arquitetamos, desejamos para, no início do próximo ano, desejarmos praticamente as mesmas coisas. Este ano pedirei coisas diferentes.
Pedirei sabedoria, serenidade e estratégia.”
(Milena Leão)


“Um dia o ser humano será tão esperto que não fará só festa de ano-novo. Fará todos os dias uma festa — festa de dia-novo.” (Cristiano de Campos)


“Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí, entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para diante vai ser diferente.” (Carlos Drummond de Andrade)


“Você não pode impedir que os pássaros da tristeza voem sobre a sua cabeça, mas pode, sim, impedir que façam um ninho no seu cabelo.” (provérbio chinês )


“Querer, querer sempre, com todas as forças.” (Alfiéri)


“Para o ano-novo desejo que…/ se for pra fazer guerra, que seja de travesseiro. / Se for pra ter solidão, que seja no chuveiro. / Se for pra perder, que seja o medo. / Se for pra mentir, que seja a idade. / Se for pra matar, que seja a saudade. / Se for pra morrer, que seja de amor. / Se for pra tirar de alguém, que seja sua dor. / Se for pra ir embora, que seja a tristeza. / Se for pra chorar um dia, que seja de alegria. / Se for pra cair, que seja na folia. / Se for pra bater, que seja um bolo. / Se for pra roubar, que seja um bolo. / Se for pra matar, que seja de desejo.” (Álvaro Socci)


“Atirei-me, metaforicamente, pela janela do 365º andar do ano passado. Morri? Não. Ressuscitei. Que isto da passagem de um ano para outro é corriqueiro fenômeno de morte e ressurreição — morte do velho e sua ressurreição como ano novo, morte da nossa vida velha para uma vida nova.” (Mário Quintana)


Feliz 2015.

publicidade

publicidade