Reformada, Biblioteca Pública será reaberta no segundo semestre

Espaço de cerca de 600 metros na 312/313 Sul foi revitalizado. Instalações vão receber mobiliário e acervo de cerca de 40 mil exemplares

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/06/2017 20:26

Pedro Ventura

 

Após passar por reparos, a Biblioteca Pública de Brasília, na 312/313 Sul, será devolvida à população. A área de cerca de 600 metros quadrados foi totalmente revitalizada.

 

Os banheiros receberam adaptações de acessibilidade, e a biblioteca ganhou pintura, forros e novas instalações hidráulicas. O espaço agora também conta com área infantil.

 

No lado de fora, as calçadas foram recuperadas, e grafites substituem as antigas pichações que estavam na fachada do prédio. “Essa é uma forma de comunicação com aqueles que passam por ali, além de valorizar a arte urbana”, define a diretora do Sistema de Bibliotecas Públicas da Secretaria de Cultura, Graça Pimentel.

 

Foi a maior reforma já feita, desde a inauguração, em 12 de março de 1990.  Em 2011, ele passou por reparos pontuais.

 

Neste ano, o espaço foi fechado em 6 de março para a equipe guardar e organizar o acervo, além de retirar o mobiliário. Com a conclusão das obras no fim de maio, os gestores aguardam a licitação para compra do novo mobiliário, que será ocupado pelo acervo de cerca de 40 mil exemplares.

 

“Agora trabalhamos na vistoria e no inventário do acervo para avaliar o que fica e o que sai, e quais obras precisamos adquirir”, adianta a servidora da Cultura. A previsão é que o equipamento público seja reaberto no segundo semestre.

Equipamentos culturais são revitalizados

A reforma custou R$ 298,5 mil, valor que está dentro da licitação de R$ 4,5 milhões feita pela Secretaria de Cultura para recuperar e manter equipamentos culturais como o Museu Nacional e o Memorial dos Povos Indígenas.

Outro que se encontra em obras é o Centro de Dança do Distrito Federal, no Setor Cultural Norte. Iniciada em dezembro de 2015, a reforma está 70% executada, e a previsão é que seja entregue no fim deste semestre. O local foi fundado em 1993 e desativado em 2013.