publicidade

Professores fazem assembleias nesta para decidir sobre paralisação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/05/2012 08:00

Professores de universidades federais em todo o país estão reunidos nesta quinta-feira (17/5) para decidir se entram em greve. A Associação Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) ainda não divulgou a informação oficial de quantas e quais universidades aderiram à paralisação, pois muitas ainda estão em assembleia. O levantamento deve ser anunciado às 15h. A principal reinvidicação é a reestruturação do plano de carreira.

Nas universidades federais do Amazonas (Ufam), do Espírito Santo (Ufes), da Paraíba (UFPB), do Paraná (UFPR), do Pará (UFPA), do Mato Grosso (UFMAT) e do Piauí (UFPI), a paralisação iniciou hoje (17/5). As universidades federais de Minas Gerais também confirmaram que irão entrar em greve. Confira a lista.

Os professores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) irão votar a paralisação apenas na próxima semana, em 22 de maio. No mesmo dia os professores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) irão decidir sobre a deflagração da greve.

A Andes considerou que a Medida Provisória 568, que entrou em vigor na segunda-feira (14/5) e garantiu reajuste de 4% à categoria, foi um passo importante no sentido de corrigir as distorções das carreiras do magistério superior e do ensino básico, técnico e tecnológico, mas falta definir a reestruturação do plano de carreira.

A Secretaria de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento apresentou proposta de reestruturação na última terça-feira (15/5). O documento ainda não está finalizado, por isso não foi apresentado formalmente, apenas alguns pontos foram colocados para os professores. Mesmo assim, a categoria considerou que poucos avanços ocorreram desde 2010.

UnB
Em assembleia na manhã desta quarta-feira (16/5), os professores da Universidade de Brasília (UnB) decidiram votar na próxima sexta-feira (18/5) se iniciam uma nova greve este ano. Caso aprovada, a greve deve ter início na próxima terça, 22 de maio.

Aguarde mais informações
Tags:

publicidade

publicidade