publicidade

Secretários do MEC apresentam proposta da carreira docente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/07/2012 17:48 / atualizado em 11/08/2012 11:18

Os secretários de educação superior, Amaro Lins, e de educação profissional e tecnológica, Marco Antônio de Oliveira, participaram do programa de rádio Hora da Educação para apresentar os principais pontos da nova proposta de reestruturação da carreira docente das instituições federais de ensino superior. Eles comentaram os reajustes concedidos aos profissionais do magistério superior e da carreira de ensino básico, técnico e tecnológico, que vão de 25% a 40%, além dos critérios de avanço na carreira e as medidas que o governo federal tem tomado para a contratação de novos professores.

De acordo com o Amaro Lins, a proposta apresentada pelo governo contempla as principais reivindicações da categoria, como a redução do número de níveis da carreira e a ampliação de vagas de professores titulares. Lins também afirmou que a reestruturação incentiva a dedicação exclusiva, valoriza a titulação e fortalece a universidade. “A proposta aperfeiçoa a carreira docente e vai em direção a uma nova universidade brasileira, sintonizada com as universidades de qualidade do mundo inteiro”, disse.

Nos institutos federais de educação, ciência e tecnologia, a principal questão é o mecanismo de certificação de conhecimento tecnológico, agora criado pelo governo federal. De acordo com o secretário Marco Antônio, a certificação permitirá tanto a progressão na carreira quanto o aumento na remuneração. “Com a proposta, garantimos que nenhum docente tenha perdas salariais”, afirmou. Sobre a certificação, disse ser o reconhecimento do conhecimento e da experiência obtidos nas salas de aulas e laboratórios.

A proposta foi apresentada pelo governo federal aos representantes dos sindicatos na tarde da última terça-feira, 24. A próxima reunião com os professores está marcada para próxima quarta-feira, 2 de agosto.

Conheça melhor a proposta do governovo

Tags:

publicidade

publicidade