publicidade

Continuidade da greve impede UnB de definir como será reposição de aulas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/08/2012 15:59 / atualizado em 11/08/2012 09:32

Mariana Niederauer

Após a decisão dos professores da Universidade de Brasília (UnB) de continuar em greve, que dura mais de 80 dias, o decano de Ensino de Graduação, José Américo Soares Garcia, afirma que o calendário continua suspenso. “O Cepe (Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão) só retomará o assunto no momento em que a AdUnB (Associação dos Docentes da UnB) deliberar pelo retorno das aulas”, diz.

Mesmo assim, o decano garante que os alunos não sairão prejudicados e as seis semanas de aulas do 1º semestre de 2012 que não foram concluídas serão repostas. Para isso, o 2º semestre de 2012 avançará no próximo ano e só terminará depois do carnaval, que cairá em 12 de fevereiro. José Américo explica que é obrigatório o recesso de três semanas entre cada semestre, além do período de festas de fim de ano, por isso o semestre deve se estender tanto.

As seleções da universidade também não ficarão comprometidas. De acordo com o decano, o edital do vestibular do 1º semestre de 2013 deve ser lançado em novembro deste ano e as provas devem ocorrer em dezembro.


Confira o passo a passo do padrão para a reposição das aulas



Tags:

publicidade

publicidade