publicidade

Especialista cobra investimentos para a formação de professores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/08/2012 16:08 / atualizado em 23/08/2012 16:13

Agência Câmara

A especialista em educação ambiental Rachel Trajber cobrou há pouco mais investimentos no setor, principalmente na formação de professores de educação ambiental. Apesar de essa formação ser prevista entre as diretrizes curriculares elaboradas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), ela não é obrigatória.

A especialista participou de audiência pública na Comissão de Educação e Cultura que discutiu a implementação das políticas públicas de educação ambiental sugeridas durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). A reunião já foi encerrada.

“Na formação dos professores, as licenciaturas precisam trabalhar a transversalidade nas disciplinas. As escolas sustentáveis devem ser vistas como espaços que educam e são referência para a comunidade”, ressaltou.

Para o deputado Izalci (PR-DF), a questão pode ser resolvida com a aprovação do Plano Nacional de Educação (PNE) e a consequente destinação de mais recursos ao setor. “Se a gente tivesse a ousadia de investir em educação o que está sendo direcionado para a Copa do Mundo, teríamos as mudanças que a gente sonha”, disse.

A deputada Telma Pinheiro (PSDB-MA), que sugeriu a audiência, concordou com Izalci e lamentou que o PNE, que havia sido aprovado pela Câmara em caráter conclusivo com a previsão de destinação de 10% do PIB para a educação, poderá ser analisado também pelo Plenário. “Nós desta casa aprovamos os 10%, mas o governo nos surpreende e agora vamos para o Plenário”, disse.

O PNE foi aprovado em 26 de junho por uma comissão especial e, de acordo com a tramitação original, seguiria direto para o Senado. No entanto, 80 deputados de 11 partidos apresentaram um recurso para que o tema seja objeto de votação no Plenário, onde o percentual de verbas para o setor poderá ser modificado.








Tags:

publicidade

publicidade