SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

AdUnB reafirma a legalidade da votação sobre fim da greve

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/08/2012 18:26 / atualizado em 24/08/2012 18:40

Ricardo Felizola
Em entrevista coletiva realizada na tarde desta sexta-feira (24/8), a Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (AdUnB) reafirmou a decisão tomada, pela manhã, da não manutenção da greve. A deliberação foi tomada pelos 933 professores presentes — segundo as assinaturas do livro de presença —, sendo 478 votos contra a retomada da greve e 445 a favor da continuidade da paralisação.

Na ocasião, levantaram-se rumores sobre a legalidade da votação, alguns docentes indicaram a possibilidade de fraude por voto duplo. No entanto, o 1º secretário da Adunb, Jaime Santana, afirma que não houve problema algum com relação à apuração dos votos. “A votação foi feita em voz alta e fiscalizada pela mesa, por dois professores conhecidos na universidade e pelos próprios participantes da assembleia”, declara Santana.

A lista de presença, assinada pelos docentes, contabilizava 933 presentes, e a soma dos votos 923. Para o presidente da AdUnB, Rafael Morgado, a diferença de apenas 10 votos legitima a decisão e exclui a possibilidade de voto duplo.

A diretoria da Adunb considera o resultado alcançado com a greve, até o momento, um sucesso. “As negociações foram finalizadas pelo governo há um bom tempo e o que poderia ter sido feito, diante do cenário atual, foi feito e resultou em um progresso para a categoria. Tivemos um conquista salarial expressiva”, ressalta Jaime Santana.
Tags:

publicidade

publicidade