SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Professores de inglês da rede pública farão curso nos EUA

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/01/2013 19:36 / atualizado em 10/01/2013 21:15

Merula Steagall

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, recebeu nesta quinta-feira (10), em Brasília, um grupo de professores de língua inglesa, representante dos 540 profissionais que farão curso intensivo de seis semanas nos Estados Unidos, com atividades acadêmicas e culturais.

“O inglês é a língua das ciências internacionais”, afirmou Mercadante. Os professores foram selecionados pelo Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos Estados Unidos, desenvolvido em parceria pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação, Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e Comissão Fullbright.

Foram selecionados professores de língua inglesa da educação básica em efetivo exercício na rede pública de ensino. Eles vão atuar em 19 universidades norte-americanas. O embarque está previsto para esta sexta-feira, 11, sábado, 12, e domingo, 13.

O programa foi criado para valorizar os profissionais que atuam na rede pública de educação básica, fortalecer as habilidades linguísticas dos professores, compartilhar metodologias de ensino e avaliação capazes de estimular a participação do aluno em sala de aula e oferecer experiência sobre a história e a cultura dos Estados Unidos.

O ministro destacou a importância do ensino de línguas, em especial o inglês, para o fortalecimento da educação e da ciência brasileira. De acordo com Mercadante, é preciso garantir aos jovens a oportunidade de se inserir em um mundo globalizado. “Estimular o aprendizado do inglês é muito importante para que o Brasil aprofunde suas relações econômicas, comerciais, científicas, tecnológicas, educacionais, culturais com outros povos”, afirmou.

Seleção
A Capes lançará na segunda-feira, 14, edital para nova seleção de mais 540 professores de língua inglesa em exercício na rede pública. As novas turmas farão o curso, também de seis semanas, em junho e julho.
Tags:

publicidade

publicidade