publicidade

Vencedores do Professores do Brasil receberão o prêmio em 12 de dezembro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/11/2013 14:01 / atualizado em 15/11/2013 14:04

A 7ª edição do Prêmio Professores do Brasil recebeu 3.221 relatos de experiências de educadores que trabalham em escolas da educação básica pública nas 27 unidades da Federação. As inscrições foram encerradas em 30 de outubro. O encontro com os vencedores e a entrega dos prêmios será em 12 de dezembro, às 10h, no Teatro Brasil 21, em Brasília.

De acordo com Maurício de Almeida, coordenador geral de tecnologias da educação da Secretaria de Educação Básica (SEB) do MEC, ao superar as 3 mil inscrições neste ano, o Prêmio Professores do Brasil já é o maior concurso do país dirigido aos educadores. O objetivo da iniciativa do Ministério da Educação, lembra o coordenador, é reconhecer o mérito de professores das redes públicas e a contribuição deles para a melhoria da qualidade da educação básica.

Agora, os 3.221 trabalhos serão avaliados por uma comissão nacional composta pelo Ministério da Educação. As bases da avaliação são os critérios relacionados no regulamento do concurso. Sobre a qualidade das experiências serão observados os itens: clareza e objetividade do relato e do conteúdo; respeito às normas da Língua Portuguesa; consistência pedagógica conceitual.

Quanto ao atendimento dos objetivos do Plano de Desenvolvimento da Educação Básica (PDE), os avaliadores vão observar se as experiências promovem: o sucesso escolar e a qualidade da aprendizagem; a permanência do aluno na escola; a participação da família no processo de aprendizagem; a inclusão educacional, social, racial e digital; a formação ética, artística, cultural e cidadã dos estudantes. O último ponto a ser observado é o potencial de aplicação da experiência em outras realidades educacionais do país.

Prêmios
Dos trabalhos inscritos, 40 serão premiados com R$ 6 mil, em dinheiro, para cada professor, independente da categoria em que tenha concorrido, além de troféu e certificado. Existe também um prêmio extra de R$ 5 mil que será entrega a oito educadores, um em cada subcategoria: educação infantil, anos iniciais do ensino fundamental, anos finais do ensino fundamental, ensino médio, educação integral e integrada, ciências para os anos iniciais, alfabetização, educação digital articulada ao desenvolvimento do currículo. Os vencedores do prêmio extra serão conhecidos durante a cerimônia em Brasília.

Os 40 educadores receberão passagens para Brasília, ida e volta, hospedagem e alimentação. As escolas onde os educadores desenvolveram os trabalhos vencedores receberão placa comemorativa.

Trajetória

Nas duas primeiras edições do Prêmio Professores do Brasil, em 2005 e 2007, participaram docentes da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental. Em cada ano foram premiados 20 projetos. A partir de 2008, o prêmio foi estendido para toda a educação básica, incluindo os anos finais do ensino fundamental e o ensino médio. O número de selecionados subiu para 40.

Dados da coordenação geral de tecnologias da educação básica do MEC informam e evolução das inscrições no período. Em 2005 participaram 1.131 experiências. Em 2007 o número cresceu para 1.564, decrescendo em 2008 (779); voltou a haver crescimento em 2009 (2.100), caindo para 1.612 em 2011. Foram registradas 2.617 inscrições em 2012 e 3.221 em 2013.

Confira no regulamento os próximos passos do Prêmio Professores do Brasil

Ascom MEC

publicidade

publicidade