publicidade

Inep lança plataforma para planejamento pedagógico de professores

Ferramenta disponibiliza recursos para melhorar o planejamento pedagógico dos professores e a aprendizagem dos alunos na educação básica brasileira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/08/2015 15:31 / atualizado em 06/08/2015 18:37

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) lançou nesta quinta-feira (6) a plataforma digital Devolutivas Pedagógicas das Avaliações Educacionais. A nova ferramenta disponibiliza recursos para melhorar o planejamento pedagógico dos professores e, em consequência, a aprendizagem dos alunos na educação básica brasileira. A plataforma pode ser acessada no link. Participaram da cerimônia de lançamento o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro; o secretário de Educação do Distrito Federal, Júlio Gregório Filho; e o presidente do Inep, Francisco Soares.

 

“Quando eu vejo uma plataforma dessa, eu vejo e digo que é o sonho de consumo de todos os professores que querem entender a razão pela qual ele recebeu o resultado de que seus alunos não conseguiram responder os itens apresentados. Essa plataforma é o próximo passo para criarmos meios de os professores se habituarem a consultas, até montarem as suas avaliações com base no banco de itens”, destacou o secretário Júlio Gregório Filho.

 

A plataforma Devolutivas Pedagógicas foi desenvolvida especialmente para professores e gestores escolares e traduz pedagogicamente os resultados da principal avaliação em larga escala da educação básica realizada no país: a Prova Brasil. É a primeira vez que as salas de aulas vão ter a explicação pedagógica dos resultados numéricos para interpretar o nível de proficiência dos alunos em língua portuguesa e matemática e entender como ocorre a pontuação.

Por meio desse instrumento, é possível explicar, em detalhes, como os itens de uma avaliação educacional aferem os conhecimentos adquiridos pelo aluno. As questões estão acompanhadas de comentários pedagógicos. Dessa forma, os professores podem avaliar quais habilidades e competências precisam ser exploradas no processo de aprendizado dos alunos.

 

“Essa plataforma traz elementos que devem ser cuidados em salas de aulas para garantir os direitos de aprendizagem real de estudantes. Nas mãos de cada professor essa ferramenta vai se tornar uma importante medida de transformação da ação educativa, proporcionando sem dúvida êxito na formação de nossos alunos”, afirmou o professor José Alves da Escola Classe 19, instituição que testou a plataforma.

 

Outra funcionalidade da ferramenta é possibilitar a comparação dos resultados da Prova Brasil entre escolas e localidades. Com as informações estatísticas, é possível contextualizar indicadores como o de nível socioeconômico e o de formação docente, possibilitando maior compreensão dos fatores que influenciam o desempenho dos alunos nas áreas e anos avaliados.

Prova Brasil

A Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc), também denominada Prova Brasil, é uma avaliação censitária envolvendo os alunos da 4ª série (5º ano) e 8ªsérie (9º ano) do ensino fundamental das escolas públicas das redes municipais, estaduais e federal. O objetivo é avaliar a qualidade do ensino ministrado em escolas públicas que possuem, no mínimo, 20 alunos matriculados nas séries/anos avaliados, sendo os resultados disponibilizados por escola e por ente federativo.

A Prova Brasil integra o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e tem como principal objetivo avaliar a educação básica brasileira e contribuir para a melhoria de sua qualidade e para a universalização do acesso à escola, oferecendo subsídios concretos para a formulação, reformulação e o monitoramento das políticas públicas. Além disso, procura oferecer dados e indicadores que possibilitem maior compreensão dos fatores que influenciam o desempenho dos alunos nas áreas e anos avaliados.

 

Confira vídeo sobre a plataforma:

 

 


 

publicidade

publicidade