publicidade

Professores iniciam greve geral

Categoria cobra pagamento de reajustes salariais prometidos em 2013. Ato na Praça do Relógio reúne 2,5 mil pessoas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/10/2015 12:53 / atualizado em 15/10/2015 13:01

Os professores iniciam nesta quinta-feira (15) uma greve geral da categoria. Segundo a Polícia Militar, cerca de 2,5 mil pessoas estão reunidas na Praça do Relógio, em Taguatinga, no primeiro em ato no primeiro dia de greve. A paralisação havia sido anunciada em 8 de outubro e hoje, Dia do Professor, a promessa foi cumprida.

 

A categoria une-se aos servidores da saúde, agentes penitenciários e funcionários do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e reivindica o pagamento dos reajustes salariais. 

 

Essa é a segunda vez, em 2015, que os professores paralisam as atividades. Para o Sindicato dos Professores do DF (Sinpro-DF), essa foi a única alternativa que restou para sensibilizar o Governo do Distrito Federal (GDF). De acordo com a entidade, a sexta parcela do aumento firmado em 2013, ainda no período em que Agnelo Queiroz comandava o Palácio do Buriti, não foi paga. 

 

Com informações de Otávio Augusto

publicidade

publicidade