publicidade

Professores protestam com música na Rodoviária do Plano Piloto

Tocando paródias de MPB, grevistas buscam "denunciar descaso do governo com a educação"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/11/2015 18:41 / atualizado em 06/11/2015 18:51

Tatyane Mendes/Esp. C.B/D.A Press

 

“Não vamos entregar o boletim/Greve até o fim, pague o professor”, canta grupo de músicos em paródia de “Samba do Grande Amor”, de Chico Buarque. No fim da tarde desta sexta-feira (6), professores promovem ato cultural na Plataforma B da Rodoviária do Plano Piloto. Embalados por canções da Música Popular Brasileira, professores estão distribuindo panfletos com o objetivo de atrair pessoas para a iniciativa.

“O objetivo do ato é demonstrar que os professores vieram em paz. O governador é que está na ilegalidade. Queremos fazer movimentos pela cidade, para denunciar o descaso do governo com a educação”, afirma Cláudio Antunes, diretor do Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF).

A categoria está paralisada desde 15 de outubro, devido ao não pagamento da última de seis parcelas de um ajuste aprovado em 2013. “A greve pode acabar quando o governador apresentar uma proposta decente, que atenda nossas necessidades”, diz Antunes.

publicidade

publicidade