SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Trabalho

Vagas para TI no Planejamento

Novo concurso da pasta terá oferta de 51 oportunidades para analista, de nível superior. Edital deve ser lançado em até seis meses. O salário atual do cargo é de R$ 3,7 mil. Está garantida também a convocação de selecionados em provas de outros 13 órgãos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/10/2012 09:55 / atualizado em 26/10/2012 09:03

Lorena Pacheco

Iano Andrade
A ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, publicou ontem, no Diário Oficial da União (DOU), uma portaria autorizando concurso público para a pasta. Serão oferecidas 51 vagas para o cargo de analista em tecnologia da informação, de nível superior. O prazo para o lançamento do edital é de seis meses, ou seja, até 25 de abril do ano que vem. O salário inicial atual para a carreira é de R$ 3.714,22.

Em outra portaria, Miriam aprovou a nomeação de 325 selecionados em certames para 13 órgãos federais. O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) foi o maior contemplado: receberá 89 profissionais para os postos de administrador e agente administrativo. Em seguida, está o Hospital das Forças Armadas (HFA), com 68 convocações para farmacêutico, psicólogo, enfermeiro, assistente e analista técnico administrativo, e técnico em higiene bucal e em enfermagem.

O Ministério da Saúde também está entre os beneficiados, com 44 novos agentes administrativos. O empossamento dos servidores tem como objetivo suprir cargos vagos ou desistências ocorridas no funcionalismo desde 1º de março de 2011.

Estão ainda na lista a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), o Ministério das Relações Exteriores, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Além disso, serão beneficiados o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e a Defensoria Pública da União (DPU).

Em andamento
A última seleção para o Planejamento foi lançada em agosto deste ano, e teve oferta de 825 oportunidades de nível superior, para analista técnico de políticas sociais, na carreira de desenvolvimento de políticas sociais. A remuneração é de R$ 5.466,53. As chances foram distribuídas nas áreas de assistência social (77), educação (30), gestão social (248), previdência (20) e saúde (450). Os aprovados serão lotados segundo determinação do ministério. As provas objetivas e as discursivas estão agendadas para 18 de novembro.

325

Nomeações de aprovados foram permitidas pelo Ministério do Planejamento

 

Oportunidades no Rio


 

A Secretaria de Planejamento do Rio de Janeiro está com seleção aberta para a contratação de 880 servidores. O concurso oferece vagas para a carreira executiva do estado. Podem participar candidatos com níveis médio e superior de formação. Os salários variam de R$ 1.560 a R$ 3.417, para uma jornada de 40 horas semanais.

Oitocentas chances são para assistente, que exige qualificação intermediária, e 80, para analista, àqueles já graduados. Vinte por cento das oportunidades são destinadas para negros e índios e outros 5%, para pessoas com deficiência. As inscrições já estão abertas — até 25 de novembro — e podem ser feitas pelo site www.ceperj.rj.gov.br, da Fundação Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro (Ceperj). As taxas vão de R$ 60 a R$ 85.

As provas objetivas e as discursivas serão aplicadas em 13 de janeiro de 2013. O resultado final do concurso está previsto para 27 de março. (LP)

 

Chances na PCGO


 

O governo de Goiás lançou ontem o concurso para a Polícia Civil do estado. São 753 vagas de nível superior. Os aprovados serão lotados nos municípios de Luziânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Formosa, Catalão, Rio Verde e Porangatu. Cinco por cento das vagas serão destinadas a pessoas com deficiência.

Das oportunidades, 344 são para agente de polícia de terceira classe, que tem remuneração
R$ 2.971,95. Para concorrer, é preciso ter formação de nível superior em qualquer área e Carteira Nacional de Habilitação na categoria B. Há ainda 300 chances para escrivão, de salário e requisitos iguais. Além disso, serão selecionados 109 delegados substitutos, para os formados em direito, com vencimento de R$ 9.586,93.

As inscrições vão de 19 de novembro a 18 de dezembro, pelo site www.nucleodeselecao.ueg.br, da Universidade Estadual de Goiás (UEG), a banca. Os candidatos a escrivão, a delegado e a agente farão as provas objetiva e discursiva em 3, 17 e 24 de fevereiro de 2013, respectivamente. Serão cobradas 150 questões sobre língua portuguesa, realidade goiana e brasileira, informática e direitos penal, processual penal, constitucional e administrativo. Quem quiser ser delegado ainda responderá sobre direito civil e medicina legal. (LP)

Militar
Somando as vagas da Polícia Civil às 1.180 abertas recentemente pela Polícia Militar, o governo de Goiás oferece atualmente 1.933 oportunidades para a carreira de policial. Das chances para a PM, 1,1 mil são para soldado (com formação em qualquer curso de graduação), 60 para cadetes (formados em direito) e 20 para oficiais da saúde (médicos, psicólogos e odontólogos). A remuneração varia de R$ 2,9 mil a R$ 6,5 mil. As inscrições vão de 30 de outubro a 28 de novembro.

 

 

Tags:

publicidade

publicidade