Trabalho

Vagas para TI no Planejamento

Novo concurso da pasta terá oferta de 51 oportunidades para analista, de nível superior. Edital deve ser lançado em até seis meses. O salário atual do cargo é de R$ 3,7 mil. Está garantida também a convocação de selecionados em provas de outros 13 órgãos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/10/2012 09:55 / atualizado em 26/10/2012 09:03

Lorena Pacheco

Iano Andrade
A ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, publicou ontem, no Diário Oficial da União (DOU), uma portaria autorizando concurso público para a pasta. Serão oferecidas 51 vagas para o cargo de analista em tecnologia da informação, de nível superior. O prazo para o lançamento do edital é de seis meses, ou seja, até 25 de abril do ano que vem. O salário inicial atual para a carreira é de R$ 3.714,22.

Em outra portaria, Miriam aprovou a nomeação de 325 selecionados em certames para 13 órgãos federais. O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) foi o maior contemplado: receberá 89 profissionais para os postos de administrador e agente administrativo. Em seguida, está o Hospital das Forças Armadas (HFA), com 68 convocações para farmacêutico, psicólogo, enfermeiro, assistente e analista técnico administrativo, e técnico em higiene bucal e em enfermagem.

O Ministério da Saúde também está entre os beneficiados, com 44 novos agentes administrativos. O empossamento dos servidores tem como objetivo suprir cargos vagos ou desistências ocorridas no funcionalismo desde 1º de março de 2011.

Estão ainda na lista a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), o Ministério das Relações Exteriores, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Além disso, serão beneficiados o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e a Defensoria Pública da União (DPU).

Em andamento
A última seleção para o Planejamento foi lançada em agosto deste ano, e teve oferta de 825 oportunidades de nível superior, para analista técnico de políticas sociais, na carreira de desenvolvimento de políticas sociais. A remuneração é de R$ 5.466,53. As chances foram distribuídas nas áreas de assistência social (77), educação (30), gestão social (248), previdência (20) e saúde (450). Os aprovados serão lotados segundo determinação do ministério. As provas objetivas e as discursivas estão agendadas para 18 de novembro.

325

Nomeações de aprovados foram permitidas pelo Ministério do Planejamento

 

Oportunidades no Rio


 

A Secretaria de Planejamento do Rio de Janeiro está com seleção aberta para a contratação de 880 servidores. O concurso oferece vagas para a carreira executiva do estado. Podem participar candidatos com níveis médio e superior de formação. Os salários variam de R$ 1.560 a R$ 3.417, para uma jornada de 40 horas semanais.

Oitocentas chances são para assistente, que exige qualificação intermediária, e 80, para analista, àqueles já graduados. Vinte por cento das oportunidades são destinadas para negros e índios e outros 5%, para pessoas com deficiência. As inscrições já estão abertas — até 25 de novembro — e podem ser feitas pelo site www.ceperj.rj.gov.br, da Fundação Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro (Ceperj). As taxas vão de R$ 60 a R$ 85.

As provas objetivas e as discursivas serão aplicadas em 13 de janeiro de 2013. O resultado final do concurso está previsto para 27 de março. (LP)

 

Chances na PCGO


 

O governo de Goiás lançou ontem o concurso para a Polícia Civil do estado. São 753 vagas de nível superior. Os aprovados serão lotados nos municípios de Luziânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Formosa, Catalão, Rio Verde e Porangatu. Cinco por cento das vagas serão destinadas a pessoas com deficiência.

Das oportunidades, 344 são para agente de polícia de terceira classe, que tem remuneração
R$ 2.971,95. Para concorrer, é preciso ter formação de nível superior em qualquer área e Carteira Nacional de Habilitação na categoria B. Há ainda 300 chances para escrivão, de salário e requisitos iguais. Além disso, serão selecionados 109 delegados substitutos, para os formados em direito, com vencimento de R$ 9.586,93.

As inscrições vão de 19 de novembro a 18 de dezembro, pelo site www.nucleodeselecao.ueg.br, da Universidade Estadual de Goiás (UEG), a banca. Os candidatos a escrivão, a delegado e a agente farão as provas objetiva e discursiva em 3, 17 e 24 de fevereiro de 2013, respectivamente. Serão cobradas 150 questões sobre língua portuguesa, realidade goiana e brasileira, informática e direitos penal, processual penal, constitucional e administrativo. Quem quiser ser delegado ainda responderá sobre direito civil e medicina legal. (LP)

Militar
Somando as vagas da Polícia Civil às 1.180 abertas recentemente pela Polícia Militar, o governo de Goiás oferece atualmente 1.933 oportunidades para a carreira de policial. Das chances para a PM, 1,1 mil são para soldado (com formação em qualquer curso de graduação), 60 para cadetes (formados em direito) e 20 para oficiais da saúde (médicos, psicólogos e odontólogos). A remuneração varia de R$ 2,9 mil a R$ 6,5 mil. As inscrições vão de 30 de outubro a 28 de novembro.

 

 

Tags: