SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Segurança para o Enem foi triplicada, diz Mercadante

Custo por aluno da prova foi de R$ 46 e 3,4 mil itens foram monitorados para evitar fraudes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/11/2012 13:24 / atualizado em 02/11/2012 17:11

Grasielle Castro /Correio Braziliense

Elza Fiuza/ABr
Em entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta-feira (2/11), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, falou sobre a organização da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que ocorre neste fim de semana (3 e 4/11). Mercandante reforçou a questão da segurança do exame, que foi marcado por fraudes em edições anteriores, e reafirmou que a segurança foi triplicada.

“Tudo ocorreu como planejamos até esse momento, estamos muito seguros”, afirmou. “Triplicamos os pontos de atenção para ter muito mais rigor e muito mais segurança em todos os processos de conclusão dos itens e impressão das provas,  na segurança que todo esse processo exige até a conclusão do Enem”, completou.

Ele detalhou todas as 11 etapas do processo de organização das provas, que vão desde a produção até a chegada aos locais onde elas serão aplicadas. O ministro informou também que o custo médio da prova por aluno foi de R$ 46. Na edição deste ano, foram 5,7 milhões de estudantes inscritos.

Desde a divulgação da seleção de 2012 o MEC tem demonstrado preocupação com a segurança do processo. Esta semana o ministro também que 3,4 mil itens foram monitorados para garantir total segurança na aplicação das provas. Além disso, o exame deverá mobilizar mais de 566 mil pessoas no trabalho de logística, entre elas estão 19 mil policiais. A avaliação será feita em 1.615 municípios.

Esta edição da prova também servirá como teste para novas medidas de reforço na segurança. Parte dos mais de 48 mil malotes de provas vão receber lacres eletrônicos, em caráter experimental, para evitar problemas como o furto de exemplares, como ocorreu na edição do ano passado.

Atentos ao horário
O ministro ressaltou ainda que é importante os estudantes ficarem atentos ao horário de início das provas nos dois dias, às 13h, de acordo com o horário oficial de Brasília. Os candidatos que farão provas em cidades que seguem fuso horário diferente devem redobrar a atenção.

Confira o perfil dos candidatos

EBC/Divulgação

Tags:

publicidade

publicidade