Autorizadas 255 vagas no Ministério da Fazenda

Nova seleção contratará apenas analistas de finanças e controle, cargo que exige formação de nível superior. Por lei, o edital deve ser publicado em até seis meses

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/11/2012 08:00

Lorena Pacheco , CorreioWeb

 

Esse é o segundo concurso para a pasta em 2012. O primeiro teve resultado divulgado ontem (Carlos Moura/CB/D.A. Press - 29/3/12) 
Esse é o segundo concurso para a pasta em 2012. O primeiro teve resultado divulgado ontem

O Ministério do Planejamento publicou, ontem, no Diário Oficial da União, uma portaria autorizando a realização de novo concurso para o Ministério da Fazenda. O edital da seleção deve ser divulgado até maio de 2013, quando se completam os seis meses estipulados por lei para a abertura oficial do processo de contratação. Estão, inicialmente, previstas 255 oportunidades imediatas para analista de finanças e controle, cargo que exige formação de nível superior. A remuneração atual para o posto é de R$ 12.960.

Esse é o segundo certame para a Fazenda autorizado este ano pelo Planejamento. O primeiro — cujo edital foi lançado em 26 de julho, e as provas, aplicadas em 21 de outubro — teve o resultado final para contratação de 463 assistentes técnicos administrativos divulgado ontem, no site www.esaf.fazenda.gov.br. Exatas 77.339 pessoas se inscreveram para ele, uma concorrência de 167 candidatos por vaga. Das chances, 322 são para lotação no Distrito Federal, e 141, em São Paulo. Foram cobrados conhecimentos em língua portuguesa, raciocínio lógico-quantitativo, informática, direitos administrativo e constitucional, arquivologia e gestão pública. Os servidores receberão salário de R$ 2,8 mil.

Temporários

Também ontem o próprio Ministério do Planejamento informou no Diário Oficial da União que fará dois processos seletivos simplificados para o preenchimento de 70 vagas temporárias. Os contratos devem ser de um ano, podendo ser prorrogados por até cinco. O primeiro certame oferecerá 60 chances de nível superior para atuação em atividades técnicas de complexidade gerencial e intelectual. O segundo, por sua vez, disponibilizará outras 10 oportunidades para as mesmas áreas. Os aprovados trabalharão no Programa de Modernização da Gestão do Patrimônio Imobiliário da União.

Tags: