SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Executivo

Reforço na área de saúde

GDF dá posse a 754 candidatos aprovados em concursos entre 2009 e 2011. Do total, 293 são médicos que vão atuar em hospitais e UPAs. Outros 272 ajudarão no trabalho desenvolvido pelo programa de combate às drogas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/01/2013 08:00 / atualizado em 17/01/2013 13:01

Arthur Paganini

No intuito de recompor o quadro de servidores e fortalecer políticas públicas de combate às drogas, o Governo do Distrito Federal (GDF) empossou, na manhã de ontem, 754 candidatos aprovados em concursos públicos realizados entre 2009 e 2011. Do total, 565 deles serão destinados à área de saúde pública, entre médicos (293), que vão atuar nos hospitais, centros de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), e outros profissionais (272), que serão destacados para trabalhar no Programa Crack, é possível vencer, desenvolvido em parceria com o governo federal. Segundo o Executivo local, desde 2011, foram 7.923 convocações em todas as áreas e especialidades médicas na rede, a maior marca já registrada nos últimos oito anos.

Ao dar posse simbólica aos novos servidores, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, ressaltou que o trabalho deles será fundamental para “erradicar a extrema pobreza, combater o uso de drogas e qualificar o quadro de servidores do governo”. Também foram convocados 68 candidatos aprovados para
atuar na Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest), 70 assistentes e técnicos para o Departamento de Trânsito do DF (Detran) e outros 51 técnicos e analistas para a Procuradoria-Geral do DF (PGDF) (veja quadro).

“Sabemos onde estão e quantos são os cidadãos que vivem na extrema pobreza e vamos reverter esse quadro completamente até o ano que vem”, afirmou o governador. Segundo dados da Sedest, 22 mil pessoas que não faziam parte de programas de assistência social foram incorporadas pelo governo nos últimos dois anos. “Ninguém fez tanto pela saúde pública quanto nós estamos fazendo. Vejam o número de transplantes que estamos realizando, como o de coração, rim, córnea e fígado. As filas para essas cirurgias estão zeradas”, enumerou.

Um dos empossados é o médico-cirurgião Juhad Hak, 32 anos. Ele já trabalhou no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), quando a gestão era terceirizada à Real Sociedade Espanhola, e espera encontrar um quadro mais promissor na rede. “A infraestrutura da rede pública deixa a desejar, especialmente nos casos de manutenção”, citou.

Gabriyella Christina, 21 anos, foi empossada técnica em trânsito do Detran e deseja crescer na carreira. Ela já trabalhou como secretária escolar da rede de ensino e agora conseguiu ser chamada para o outro órgão. “Acho que o Detran terá melhor estrutura do que o que vi na educação, mas, de qualquer forma, espero crescer muito na carreira diante dessa nova fase profissional”, afirmou. Em nome dos colegas que foram convocados, a assistente social Adelina Maria de Castro pediu que os demais servidores tivessem “um olhar diferenciado sobre os usuários de drogas”. “Espero que nós façamos a diferença e possamos mudar a vida de quem mais precisa”, disse.

Novas contratações
Na última segunda-feira, a Secretaria de Administração Pública do GDF autorizou a contratação de 300 agentes de polícia por meio de concurso público. O edital será lançado em 45 dias. Segundo o secretário adjunto da pasta, Jacy Braga, a iniciativa deve servir para repor o efetivo. O governo também anunciou a nomeação de 40 peritos concursados, o que deve ocorrer até o fim do mês.

Distribuição
Órgão                                         Nomeados
Secretaria de Saúde                     565
Secretaria de Desenvolvimento
Social e Transferência de Renda    68
Detran-DF                                    70
Procuradoria-Geral do DF               51

 

Tags:

publicidade

publicidade