SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

138 chances no Depen

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/05/2013 18:00 / atualizado em 01/05/2013 11:18

Lorena Pacheco

Vinculado ao Ministério da Justiça, o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) lançou edital para um concurso que selecionará 138 profissionais de níveis médio e superior de formação — 5% das chances são para pessoas com deficiência. As oportunidades estão divididas entre agente penitenciário federal (100 vagas), técnico de apoio à assistência penitenciária (4) e especialista em assistência penitenciária (34), o único posto que exige graduação. Os salários oferecidos são, respectivamente, de R$ 3.254,04, R$ 2.303,17 e R$ 3.401.

Organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), o certame será dividido em duas fases. A primeira é de provas objetiva e discursiva, teste de aptidão física (somente para o cargo de agente), avaliações médica e psicológica e investigação social. A segunda etapa será o curso de formação profissional, de caráter eliminatório e classificatório.

A data das provas objetiva e discursiva ainda não foi divulgada. Além de fazerem uma redação, os candidatos responderão a 120 questões sobre língua portuguesa, direitos constitucional e administrativo, direitos humanos, informática e conhecimentos específicos para especialistas. Os interessados nas chances para agentes e técnicos penitenciários trocam o português pela ética no serviço público e acrescentam raciocínio lógico, atualidades e direitos penal e processual penal.

As inscrições podem ser feitas de 10 de maio a 3 de junho, pelo site www.cespe.unb.br. A taxa varia de R$ 70 a R$ 90. Os aprovados serão lotados em uma das quatro penitenciárias federais, que são localizadas em Catanduvas (PR), Campo Grande, Mossoró (RN) e Porto Velho.

Para se sair bem no concurso, Gladson Miranda, professor de direito penal e processual penal da Vestcon, sugere que os interessados respondam a provas anteriores do Cespe. Com esse exercício, é possível aprofundar os conhecimentos e ter uma noção de pontuação de cada conteúdo.
Tags:

publicidade

publicidade