SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Meio ambiente em foco

Concurso para o cargo de analista do Ibama exigirá domínio de legislação específica e de conteúdos como improbidade administrativa, português e informática

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/06/2013 10:15 / atualizado em 17/06/2013 10:16

Marcelo Ferreira
O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) fará seleção para 61 vagas de analista administrativo em 20 unidades da Federação. As vagas são exclusivas para candidatos com diploma de nível superior em qualquer área. A prova contará com questões objetivas — serão 50 itens de conhecimentos básicos e 70 de temas específicos — e a redação. Entre os assuntos abordados, estão conhecimentos de língua portuguesa, informática, noções de direito constitucional, administração geral e pública e legislação do setor de meio ambiente. A data prevista para o concurso é 21 de julho e a banca examinadora é o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).

Esforço e dedicação fazem parte da rotina de Marianne Fernandes, 30 anos, que estuda sete horas por dia para garantir uma vaga no serviço público. Após completar o curso de administração no fim de 2012, Marianne decidiu largar o emprego para se preparar em tempo integral para concursos de nível superior. “Meu ponto forte é administração pública e geral e me garanto nas questões de português”, conta. Ela explica que agora pretende se dedicar a exercícios e revisões. A candidata concorrerá a uma das 27 vagas com lotação no Distrito Federal.
Conhecimentos específicos do setor de administração podem ser o diferencial para o cargo de analista do Ibama. Segundo o professor de legislações específicas e regimentos internos do Alub Concursos Kennedy Santos, quem é formado na área tem mais chances de se destacar nos itens específicos da prova. “Para pontos como a Lei nº 8.429, de 1992, que fala da improbidade administrativa, a recomendação é revisar os artigos a respeito de enriquecimento ilícito e de prejuízo ao erário, além de atos que violam os princípios da administração pública e as aplicações contextualizadas desses conceitos”, diz.

A novidade do edital é o Decreto nº 7.203, de 2010, a respeito da vedação ao nepotismo que, para o professor Kennedy, será abordado de acordo com o que está disposto na Constituição. O especialista ressalta que dominar os itens de conhecimentos básicos será decisivo. “Essas questões fazem a pessoa ser aprovada, pois, quando sai o edital, o candidato pode focar nas matérias específicas e revisões”, afirma.

Relação entre temas

Sinônimo de medo para alguns, a redação pode relacionar temas específicos com as funções e responsabilidades do instituto. “O candidato precisa estudar assuntos como legislação e o novo código ambiental e saber fazer ligação entre essas situações com o conteúdo específico na prova dissertativa”, diz o professor de redação do Alub Edison Sieg. Para quem tem dificuldades na dissertação, o especialista aconselha dedicar um tempo dos estudos para o treino antes do concurso. “Uma técnica é pegar uma matéria de jornal ou revista, retirar os pontos principais do assunto e reescrever. Assim, o candidato aprende a organizar ideias”, acrescenta. Em relação à parte objetiva da prova de português, o professor aconselha revisar os gêneros textuais, o uso da crase e do “se” e do “que”.

Informática é outro assunto cobrado pela banca. Para Marcelo Andrade, professor da disciplina no curso preparatório Vestconcursos, o uso prático das ferramentas para atividades com computador, como navegação na internet, não garante o domínio necessário para acertar na prova. O professor aconselha aos candidatos refazerem exercícios de certames anteriores e explorar certos recursos que podem passar batidos pelos usuários, como as funções do painel de controle do Windows e os recursos de formatação do Word. “É preciso tomar cuidado também com o uso aportuguesado de certos termos, como becape — para a palavra em inglês backup —, pois essa forma de escrita não está errada”, finaliza.

O que diz o edital

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama)
» Cargo: analista administrativo
» Vagas: 61 — 27 para o DF
» Salário: R$ 6.134,15
» Prova: 21 de julho
» Edital: www.cespe.com.br/concursos
Tags:

publicidade

publicidade