SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

ENSINO SUPERIOR »

UnB aprova 23% de cotistas

O segundo processo seletivo de 2013 da UnB tem 920 alunos que ingressarão na instituição federal por meio de reserva de vagas para negros e estudantes de escolas públicas. Registro dos aprovados começa na próxima segunda-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/07/2013 12:00 / atualizado em 26/07/2013 11:15

Clara Campoli

Janine Moraes
Dos 3.952 aprovados em primeira chamada no segundo vestibular de 2013 da Universidade de Brasília (UnB), 920 ingressaram pelo sistema de cotas. O número representa 23,28% dos novos alunos, sendo que 501 entraram pelo benefício para negros e 419 por cursarem o ensino médio em escolas públicas. Essa é a primeira seleção de meio de ano depois que o governo federal instituiu a reserva de vagas para estudantes da rede pública nas universidades. Antes disso, as cotas na UnB eram de 20% para candidatos negros. Os registros dos aprovados poderão ser feitas em 29 e 30 de julho (leia quadro).

De acordo com Erasto Fortes Mendonça, integrante do Conselho Nacional de Educação, a política pública é muito importante para aumentar a representatividade de minorias nas instituições públicas de ensino superior. “Esse é um problema muito sério. Tivemos, nas últimas décadas, uma expansão das matrículas no ensino público, com um percentual enorme de brancos e um muito pequeno de negros na universidade. À medida que esses números aumentaram, a diferença não diminuiu”, aponta. A penalização histórica dos estudantes de escola pública também deve ser levada em consideração, segundo ele, e torna legítima a reserva específica para esse grupo.

Um ponto polêmico na seleção foi a alteração do caráter eliminatório das questões discursivas. Até o último vestibular, em janeiro de 2013, quem não pontuasse nessa fase da prova estaria automaticamente desclassificado da seleção. Na primeira experiência com o sistema de cotas para escolas públicas, muitos candidatos às vagas reservadas não pontuaram nesse tipo de pergunta. A UnB, então, decidiu acabar com essa regra: mesmo quem tira zero nas discursivas ainda tem chances de passar no processo, desde que consiga acertar as objetivas dentro da nota de corte do curso escolhido.

Experiência

A decisão foi criticada por acadêmicos e vestibulandos. Eles argumentaram que a medida facilitaria a entrada de estudantes da universidade. No entanto, aos olhos de Mendonça, isso não é algo determinante no resultado. “As provas da UnB são construídas de maneira interdisciplinar. O esforço que o aluno tem de fazer para responder as questões corretamente envolve uma série de processos cognitivos que superam muito a decoreba. É praticamente desnecessário que um vestibular assim tenha uma avaliação por escrito, pois já existe a redação”, defende.

Sobre a polêmica das discursivas, o professor da Faculdade de Educação da UnB Célio da Cunha acredita que ainda é cedo para determinar a efetividade da decisão. “De um lado, é preciso premiar o mérito. Do outro, temos de lembrar da exclusão e fazer políticas públicas. E, mesmo dentro das cotas, não se deve tirar o critério do merecimento da discussão. Essa é uma tentativa da universidade de corrigir as distorções históricas. Só a avaliação da experiência vai dizer se a decisão foi acertada. Há uma demanda de acompanhamento dos cotistas, isso vai poder dar indicadores mais precisos, até para tomar novas decisões”, opina.

Agenda do calouro

29 e 30 de julho
Os candidatos selecionados
em 1ª chamada deverão se
registrar nos postos avançados da Secretaria de Administração Acadêmica (SAA), referentes aos cursos escolhidos

2 de agosto
Divulgação, a partir das 17h,
dos candidatos aprovados
em 2ª chamada. Os estudantes poderão conferir o resultado
no site www.cespe.unb.br

6 de agosto
Registro dos aprovados
em 2ª chamada, também nos postos avançados da SAA
8 a 11 de agosto
Pré-matrícula dos calouros no site www.serverweb.unb.br/matriculaweb/graduacao. Quem não tem acesso a computador deverá procurar a secretaria do curso
para fazer a pré-matrícula

23 de agosto
Recepção dos calouros no
Centro Comunitário Athos Bulcão,
a partir das 9h

Obs: o horário de registro dos candidatos depende do turno em que os novos alunos estudarão. Os aprovados nos cursos diurnos serão atendidos das 8h às 12h e das 14h às 18h. Quem passou nos noturnos deverá procurar a SAA das 14h às 20h

Documentos para a matrícula


» Questionário da agenda do calouro preenchido (o aluno deverá fazer o download do documento no site do Cespe)
» Carteira de Identidade
» Comprovante de conclusão de ensino médio
» Histórico escolar do ensino médio
» Certificado de reservista ou de dispensa para candidatos do sexo masculino
» Título de eleitor com comprovantes de votação da última eleição
» Cadastro de Pessoa Física (CPF)
» Certificado de habilitação específica para cursos que exigem tal atestado

Obs: todos os documentos, com exceção ao questionário e ao certificado de habilitação específica, deverão ser apresentados com cópia autenticada. A autenticação pode ser feita nos próprios postos avançados da SAA, desde que o aluno apresente os documentos originais.
Tags:

publicidade

publicidade