SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Quer ser servidor da UnB?

Conteúdos como administração de recursos humanos e legislação e ética precisam entrar no planejamento de estudos dos candidatos a uma das 236 vagas na FUB

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/07/2013 11:50 / atualizado em 29/07/2013 11:51

Antonio Cunha
A Fundação Universidade de Brasília (FUB) lançou edital para preencher 236 vagas do quadro de servidores permanentes. O certame conta com oportunidades para os níveis fundamental, intermediário e superior. Além da avaliação por provas objetivas e discursivas, determinadas funções exigirão dos candidatos tempo de experiência comprovada de 12 ou 24 meses na área. As provas têm data prevista para 13 de outubro e a banca examinadora será o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).

Mayara Costa, 22 anos, tentará conquistar uma das 110 vagas destinadas para o cargo de assistente em administração. Ela conta que tem facilidade com questões da área administrativa e também em redações oficiais. “Prefiro focar em concursos que pedem questões das disciplinas que eu tenho domínio”, relata a candidata, grávida de oito meses, Mayara afirma que a chegada da criança é um estímulo a mais para entrar no serviço público. Segundo ela, a proximidade do parto não será um problema para os estudos. Mayara pretende usar o tempo entre os cuidados com o filho recém-nascido para revisar o material das provas e, assim, aumentar as chances de acertos. “Ainda não achei material suficiente na internet para estudar. A maioria das coisas que encontro é para cargos de professor. Mas o edital saiu há pouco tempo, então, ainda tenho expectativa de encontrar apostilas e aulas”, diz.

Para todas as áreas


Comum a todos os cargos, o conteúdo de legislação e ética na administração pública tem como destaque o Decreto nº 1.717, de 1994, que trata do código de conduta dos servidores públicos. O professor da matéria no Gran Cursos Paulo Alexandre explica que esse decreto tem sido cobrado em editais de concursos de diversas bancas e que o conteúdo pode ser abordado em questões com base no código de ética dividido em regras deontológicas, deveres e vedações. “Esses três pontos representam cerca de 70% do conteúdo. O resto pode ser trabalhado dentro de um contexto teórico, em que a banca poderá abordar pontos como conceitos de ética e moral, o papel do agente público e as comissões de ética”, sugere.

Entretanto, Alexandre ressalta que o conteúdo de ética não se restringe ao código e que os concurseiros precisam estar preparados para relacionar a disciplina com a Lei nº 8.429, de 1992,  por exemplo, que trata de improbidade administrativa. “Quem vai fazer a prova não pode desprezar o fato de que a ética está em toda legislação”, afirma.
A seleção também vai cobrar noções de administração pública para os cargos de auxiliar em administração e assistente em administração, que reúnem mais da metade das vagas na seleção. O professor da disciplina no Ponto dos Concursos Renato Fenili explica que é necessário saber a estrutura direta e indireta da administração pública. “O candidato precisa ter um bom entendimento em aspectos como a falta de personalidade jurídica de órgãos, em contraposição com a de entidades, além de princípios implícitos e explícitos que regem a atuação do setor público”, afirma. O professor explica que há um cruzamento entre os tópicos da disciplina com o direito administrativo, e o concurseiro precisa estudar os dois temas.


O conhecimento do vocabulário do administrador pode ajudar os candidatos para esses cargos a garantir acertos nas questões de administração de recursos humanos da seleção da FUB. Segundo o professor da disciplina no curso preparatório Pró-Cursos Wendell Léo, a banca examinadora costuma cobrar questões em que o candidato precisa fazer a interpretação correta para acertar o item. “Por exemplo, o texto da pergunta parece pedir a opinião da pessoa a respeito de determinado ponto, mas a resposta deve ser feita de acordo com dados teóricos. São questões que precisam de uma boa base de leitura e entendimento da matéria para não se errar”, avisa. O especialista indica aos candidatos o estudo da visão moderna de administração de pessoas e de motivação no trabalho, pontos que costumam aparecer com frequência nas provas do Cespe.

O que diz o edital

Fundação Universidade de Brasília (FUB)

Cargos
» Nível fundamental: auxiliar de veterinária e zootecnia, auxiliar em administração
» Nível intermediário: administrador de edifícios, assistente em administração, mestre de edificação e infraestrutura, técnico de tecnologia da informação, técnico em agropecuária, técnico em audiovisual, técnico em segurança do trabalho e tradutor intérprete de linguagem de sinais
» Nível superior: administrador, analista de tecnologia da informação, arquiteto e urbanista, arquivista, assistente social, auditor, bibliotecário/documentalista, contador, estatístico, físico, jornalista, médico do trabalho, médico psiquiatria, pedagogo, secretário executivo e técnico em assuntos educacionais
» Vagas: 236
» Remunerações: R$ 1.547,23,
R$ 1.913 e R$ 3.138,70
» Inscrições: 5 a 26 de agosto
» Taxas: R$ 38, R$ 47 e R$ 78
» Prova: 13 de outubro
» Edital: www.cespe.unb.br/concursos/FUB_2013
Tags:

publicidade

publicidade