SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

TRABALHO »

Domingo de provas em Brasília

Especialistas dão dicas para os 143 mil candidatos nesta reta final da acirrada disputa por uma das 1,3 mil vagas no serviço público. A recomendação para combater a ansiedade é fazer exercícios leves, procurar descansar a mente e evitar o estudo de novos conteúdos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/08/2013 13:00 / atualizado em 10/08/2013 12:05

Bárbara Nascimento , Ana Carolina Dinardo

 

Milhares de candidatos se preparam hoje para enfrentar amanhã quatro grandes concursos públicos agendados. São 143 mil pessoas disputando 1,3 mil vagas divididas entre o Ministério Público do Trabalho (MPT), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Ministério do Planejamento. Com tanta gente interessada em entrar para a administração federal, professores e especialistas recomendam alguns cuidados no momento da prova e dão dicas para driblar a ansiedade e evitar a fadiga mental.

 

A principal advertência é em relação a novos conteúdos. É consenso, entre os especialistas, que os concorrentes devem evitar o estudo de materiais inéditos. O ideal é descansar a cabeça. “Se for para estudar, foque nos exercícios”, recomenda o professor Jayme Amorim, da Vestcon Concursos. Na batalha há seis anos, Carlisson Rodrigues Costa, 32 anos, segue a recomendação à risca. “Nesse período, assiti a aulas no cursinho, na internet, já tentei de tudo. Mas hoje, na véspera, vou descansar, relaxar bastante para poder encarar a prova de forma tranquila”, disse.

 

Na contramão, Silvana Peterson, 39 anos, não pretende largar as apostilas, de olho em um posto técnico da ANTT. “Vou assistir a uma aula de revisão, hoje, relaxar um pouco, ouvir uma boa música e, amanhã de manhã, vou só olhar as minhas anotações”, disse ela, que dedica, em média, 10 horas diárias aos estudos.

Com tanta gente que suspendeu todas as atividades cotidianas na tentativa de alcançar um dos postos públicos, é comum que a ansiedade tome espaço. É o caso de Daniela Caputo, 26 anos, que terá um dia agitado neste domingo. Ela pretende disputar dois certames: o da PRF, pela manhã, e o da ANTT, à tarde. Ela conta que o sonho de ocupar um dos cargos a levou a estudar por cerca de seis horas diárias durante o último ano. “Não tive sábado nem domingo, só sacrifício”, contou.

Para Caroline Goldner, a maratona continua depois deste fim de semana. Ela ainda pretende prestar o concurso da Polícia Civil e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). “É cansativo e muito desgastante, porque o nervosismo é grande. Mas sei que valerá a pena”, afirmou.

Caso a ansiedade esteja muito grande, o especialista em preparo emocional para concursos públicos Alexandre Maia indica exercícios físicos moderados. “O ideal é uma caminhada, sem excessos. Além de gastar a energia que deixa o concorrente ansioso, o exercício vai cansar a pessoa, que dormirá melhor”, explicou.

O professor Amorim recomendou ainda cuidados com a alimentação: comidas leves e nada de novidades no cardápio. “Feijoada no sábado, por exemplo, não é uma boa opção”, brincou. Evitar bebidas alcoólicas também é fundamental. “Não sair na véspera é importante também, especialmente para quem tem testes pela manhã”, disse. A precaução, no entanto, não deve se limitar ao dia anterior, conforme recomenda Mariano Borges, que leciona na rede Grancursos. “As provas são extensas e o candidato deve se preocupar em se manter hidratado e se alimentar bem”, instruiu.

Peculiaridades


Os professores também alertam para as características de cada uma das bancas na elaboração das provas. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), por exemplo, que organizou os exames da PRF e da ANTT, “gosta de contextualizar a questão de acordo com a atividade que o profissional vai desenvolver, se aprovado”, explica Amorim. “Para policiais rodoviários, não seria incomum a cobrança de conhecimentos sobre crimes de trânsito e infrações em rodovias”, completou.

Já os testes elaborados pela Escola de Administração Fazendária (Esaf), responsável pelo certame do Ministério do Planejamento, costumam exigir literalmente o conteúdo da lei, conforme analisa o professor Mariano Borges. “É uma prova mais cansativa, que cobra o domínio das normas”, disse. O exame do MPT é organizado por uma comissão do próprio órgão. “Esse tipo de comissão costuma se aprofundar nos questionamentos, mas mantém o rigor do edital. Não incorpora nada que não esteja listado.”

Atenção ao trânsito

Para quem for fazer a prova em Brasília, é importante sair de casa com antecedência. Com tantos candidatos, a maior parte deles com testes marcados para a capital, o trânsito deve ficar complicado nos locais próximos ao exames. O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) e o Metrô, no entanto, afirmaram que não haverá nenhuma estratégia especial para o tráfego.

 

Fique atento

Publicação: 10/08/2013 04:00

 

Veja o que os especialistas recomendam para enfrentar a forte concorrência nas seleções marcadas para este domingo

Reduza o ritmo

» Nada de conteúdo novo no estudo. O ideal é descansar a cabeça para absorver melhor o aprendizado.

» Caso o candidato faça questão do estudo, limite-se a revisar o que já foi apresentado em salas de aula e fazer exercícios referentes aos temas.

Movimente-se
» Exercite-se para abrandar a ansiedade, que é natural em um momento de grande expectativa quanto ao futuro profissional.

» Cuidado, no entanto, com os exageros. A recomendação é uma caminhada para gastar energia e ajudar no sono.

» Se o nervosismo bater, os especialistas indicam exercícios de respiração.

Alimentação
» Opte por uma alimentação leve, para que não haja problemas de digestão, comuns em períodos de grande ansiedade.

» Não experimente um novo tipo de comida às vésperas das provas, para evitar possíveis efeitos colaterais.

» O cuidado com a alimentação não é só anterior à prova. No dia do exame, é muito importante levar água e comida para evitar desgaste.

» Evite bebidas alcoólicas.
Precaução
» Verifique novamente os horários e o local de prova, para não ser pego de surpresa.

» Considere que o trânsito pode estar congestionado e saia com antecedência para o local do exame.

» Durma cedo para não correr o risco de acordar atrasado.

 De fora
» Se você vai viajar para fazer a prova em outra cidade, chegue, de preferência, um dia antes.

» Vá ao local de prova, certifique-se sobre trânsito, possíveis ruas fechadas, rota e horários de ônibus.

Fontes: Alexandre Maia, Jayme Amorim e Mariano Borges

 

Tags:

publicidade

publicidade