SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Questões do Enem abordam gastos com a Copa do Mundo e discriminação racial

As ideias de Kant e Descartes também foram cobradas no exame

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/10/2013 17:35 / atualizado em 26/10/2013 19:00

O primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) trouxe temas polêmicos. Segundo relatos de candidatos que terminaram mais cedo os testes, a questão racial foi abordada tendo como pano de fundo tanto o período de escravatura no Brasil, quanto nos Estados Unidos e a segregação racial vivenciada na África do Sul.

Os estudantes também frisaram que matérias como Física, sobretudo a parte de elétrica, e Geografia foram bastante abordadas na prova. A estudante do 2º ano Bárbara Cezar, 16 anos, fez o Enem pela primeira vez para ganhar experiência. A menina relatou que a prova estava difícil e cansativa. "Deram muito enfoque em Física e Geografia. Achei difícil, pois caiu muita coisa que eu ainda não vi. Acho que não estou preparada. É muito cansativo e o vocabulário é pesado", comenta.

Alguns estudantes também ressaltaram que os conteúdos de Filosofia, com destaque para os pensamentos de Kant e Descartes, estiveram presentes na avaliação.

A estudante Bruna Portella, 18 anos, achou as provas de Ciências Humanas mais simples que as de Exatas. "As Humanas foram mais fáceis. Porém, as perguntas de Exatas foram mais complicadas. Entendo que é por conta do fato do Enem valer para mais universidades neste ano", opina. Ela ainda ressalta que para discutir temas relativos aos Direitos Humanos, foram usados filmes, como Rei Leão e Um príncipe em Nova York.

A estudante Cássia Canuto, 22 anos, presta a seleção pela quarta vez. Ela concorda que o nível de dificuldade das questões foi maior do que nos anos anteriores e destaca o tamanho dos enunciados das perguntas. Para Cássia, o exame pode abrir portas no ensino superior. "Já faço enfermagem em uma faculdade particular, mas, por questões de segurança, continuei a fazer prova", relata Cássia, que diz ter interesse em cursar veterinária.

Decepção

Para a decepção de muitos inscritos, que apostaram que as manifestações populares que tomaram as ruas do país desde junho poderiam ser um dos principais assuntos abordados, o tema não foi o foco específico das questões. Acertou em cheio quem estudou sobre as implicações orçamentárias que a Copa do Mundo provoca nos cofres públicos brasileiros. Outro assunto delicado abordado no Enem foi o conflito de terras entre índios e fazendeiros.

Neste sábado (26), os participantes responderam as questões de Ciências Humanas e Suas Tecnologias (história, geografia, filosofia e sociologia) e de Ciências da Natureza e Suas Tecnologias (Química, Física e Biologia). Amanhã (27), será a vez das questões de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira, Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação), assim como Matemática e Suas Tecnologias.

Gabaritos
Às 22h, o Eu, Estudante publicará o gabarito extraoficial do exame, elaborado pelos professores do Sistema Ari de Sá (SAS). Os gabaritos oficiais do exame serão divulgados até quarta-feira (30) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

publicidade

publicidade