SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Seleções são liberadas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/11/2013 14:00

Vera Batista

Os candidatos aos concursos para titulares de cartórios extrajudiciais que entraram com ações no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra supostas falhas no decorrer das seleções foram derrotados. Os cinco processos foram considerados improcedentes pelo CNJ. Quatro deles contestavam procedimentos do certame feito pelo Tribunal de Justiça da Bahia — um deles envolvia também tribunais do Espírito Santo e do Piauí. O outro trâmite se referia a inadequações em exame no Rio Grande do Norte.

 Os concurseiros alegavam falhas na forma de contagem de pontos e na reserva de vagas para pessoas com deficiência, além de questionarem a qualificação de membros das bancas. Nos processos, julgados em bloco, a conselheira Gisela Gondin Ramos critica a maneira como foi denunciada a suspeição dos examinadores. “A falta de objetividade de alegação inviabiliza a análise do pedido”, argumentou. Aguardavam também julgamento outros 13 processos sobre irregularidades em concursos para servidores e juízes. A maioria teve a análise adiada, pedido de vista ou foi igualmente considerada improcedente.
Tags:

publicidade

publicidade