SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Mais 1,5 mil candidatos foram eliminados nos dias de prova

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/12/2013 14:21

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) eliminou 1.522 candidatos que tentaram fraudar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013. As irregularidades, identificadas pelos fiscais no momento de realização das provas em outubro, envolvem uso de pontos de escuta, porte de e equipamentos eletrônicos, tentativa de consulta a conteúdos externos, entre outros.

O Instituto já havia eliminado 36 candidatos por postarem fotos das provas nas redes sociais. "A segurança do Enem é realizada, antes durante e após a aplicação das provas, com o acompanhamento da Polícia Federal, o que tem permitido, ao longo dos anos, o aprimoramento do processo", explica o presidente do Inep, Luiz Cláudio Costa.

Operação Hemostase – A investigação da Polícia Civil de Minas Gerais, que desarticulou uma quadrilha que fraudava vestibulares do curso de medicina em faculdades particulares, iniciou-se em Caratinga, em Minas Gerais, e perdurou por nove meses. Durante as investigações, foram identificados diálogos dos fraudadores a respeito de suposta fraude no Enem, que seria feita por meio de ponto eletrônico.

No entanto, após nove meses, até o momento, nenhum nome de suposto candidato beneficiado ou de fiscal foi repassado ao Inep. Sendo, portanto, as alegações de fraude no Enem, até então, baseadas apenas em diálogos entre fraudadores. Como o Inep, até o momento, não teve acesso a qualquer nome de possível beneficiado pelo esquema, é impossível verificar se os supostos beneficiários da quadrilha estão entre os 1.522 candidatos já excluídos do exame por fraude.

A Polícia Federal recebeu, nesta quinta-feira, 19, cópia dos autos do inquérito policial em questão. O Inep está acompanhando as investigações e fornecendo todas as informações necessárias, solicitando extremo rigor na apuração dos fatos. No caso de identificado qualquer tipo de fraude, o participante envolvido será imediatamente excluído do exame, conforme previsto no edital, sem prejuízo de demais medidas.

Aprimoramento

Em 2013, foram adotadas novas medidas para garantir a segurança do Enem. Uma das principais medidas foi a utilização de lacres eletrônicos em todos os malotes que transportaram as provas.

Os lacres registram o horário do fechamento do malote na gráfica e o horário em que foi aberto no local de aplicação da prova. Além disso, registram o momento em que os malotes foram fechados no término do exame.

Cerca de 23 mil pessoas fizeram parte do forte esquema de segurança para a aplicação Enem. As Forças Armadas, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária, além de policiais militares e civis dos Estados fizeram parte da equipe que garantiu o sucesso do exame.

 

Fonte: Inep

Tags:

publicidade

publicidade