SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Fundação Educar DPaschoal abre inscrições para o prêmio Trote da Cidadania

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/01/2014 16:16

A Fundação Educar DPaschoal, o braço de responsabilidade social do Grupo DPaschoal, rede de serviços automotivos do Brasil, abre as inscrições para o Prêmio Trote da Cidadania 2014. O projeto que incentiva e reconhece as boas práticas de recepção aos calouros nas universidades, e comemora 15 anos de realização. As inscrições podem ser feitas de 30 de janeiro a 15 de abril pelo site e podem participar estudantes universitários e de escolas técnicas.

Para celebrar o sucesso das edições anteriores, uma nova categoria foi lançada. Além da categoria Livre, onde estudantes podem inscrever projetos de todos os âmbitos, agora há a categoria Livro, onde serão reconhecidos projetos que revitalizarem espaços de leitura, aumentarem o acervo e realizarem ações de interação para estimular o interesse da comunidade por livros. O prêmio busca incentivar o empreendedorismo e abolir toda e qualquer cultura de trote violento, oferecendo como alternativas ações de interação entre os veteranos, os recém-chegados ao campus e a sociedade.

“Nestes 15 anos de história, já participaram do prêmio projetos de todos os estados brasileiros fazendo do Trote da Cidadania o maior reconhecimento a iniciativas de trote solidário do país. Temos que aproveitar esse potencial criativo e começar, desde a entrada em uma universidade ou escola técnica, a propor soluções que beneficiem a comunidade", afirma Marina Carvalho, supervisora de projetos da Fundação Educar DPaschoal.

Sérgio Miorin, professor de Gestão de Pessoas do curso de pós graduação em administração de empresa da Escola de Negócio de Campinas da Fundação Getulio Vargas (IBE-FGV), afirma que a atitude de participar de projetos como o da Fundação Educar permite estimular a interação, o desenvolvimento da comunicação e um bom relacionamento interpessoal, habilidades que contribuem para o futuro profissional.

“A palavra ‘solidário’ representa muito no mundo corporativo. Tudo que fazemos em nossas vidas sem receber algo em troca é positivo para carreira, pois, mostra o nosso senso de contribuição com a sociedade, algo que as empresas buscam incessantemente, tanto é verdade que profissionais que se engajam em movimentos para gerar impacto positivo na sociedade, como o trote, e colocam essa informação no currículo, tem maiores chances de conquistar a vaga disputada perante os seus concorrentes diretos”, ressalta Miorin.

Premiações
Cinco representantes dos três projetos finalistas de cada categoria receberão um dia de oficinas focadas em empreendedorismo e inovação, na sede da DPaschoal em Campinas (SP). “Vamos proporcionar um dia de bate-papo desses jovens com executivos da empresa, vivência no cotidiano do grupo e possibilitar a formação de um networking entre os estudantes além de compartilhar ferramentas que certamente contribuirão para o desenvolvimento dos participantes”, finaliza Marina.

Segundo Constantino Alcântara, Coordenador do Núcleo de Pesquisa e Extensão e Coordenador do trote Solidário da Faculdade Metropolitana da Amazônia (FAMAZ), “ser premiado pela Fundação Educar com o melhor trote solidário do Brasil em 2013 é um reconhecimento nacional da excelência de nossa responsabilidade social. Participar da premiação com as outras instituições de ensino premiadas foi uma experiência marcante para nossos alunos, que sem dúvida lhes fortaleceu valores altruístas e de responsabilidade cidadã”.
Tags:

publicidade

publicidade