SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

TRABALHO »

Defensoria: seleção até junho

Órgão confirma concurso, mas não adianta número de vagas. A expectativa é de que sejam abertas mais de 700 chances para defensor

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/03/2014 13:47

Lorena Pacheco

A Defensoria Pública da União (DPU) informou ontem que vai lançar um concurso ainda neste primeiro semestre. De acordo com a assessoria, as oportunidades serão para o cargo de defensor público federal, que recebe atualmente subsídio inicial de R$ 16.489,37. Haverá ainda vagas para agente administrativo, com remuneração de R$ 3.191,02, e para economista (R$ 5.691,90).

O número de chances, porém, ainda não foi divulgado. A expectativa é de que sejam abertas 789 oportunidades apenas para defensores, já que, emdezembro de 2012, a presidenteDilma Rousseff criou o quantitativo, sendo 732 para defensor de 2ª categoria; 48 para de 1ª categoria; e outras nove vagas para defensor de categoria especial. A assessoria da Defensoria afirmou, contudo, que esse total será diluído em vários certames futuros e não apenas nessa próxima seleção.

Um diagnóstico publicado pela própria DPU apontou que há um deficit de, pelo menos, 963 defensores para que a cobertura da Justiça Federal contemple todoo país. Segundo o estudo, aDefensoria conta com 506 defensores, mas o ideal seria que fossem 1.469 nessa função—ou seja, o número atual de servidores cobre apenas 25% das varas federais.

Exigências
O último concurso para o cargo foi aberto em 2010, com 134 vagas. Cerca de 11 mil pessoas se inscreveram. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de BrasíliaN (Cespe/UnB) foi banca organizadora. Para participar, foram exigidos graduação em direito, registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o mínimo de dois anos de prática jurídica. Houve provas objetiva preliminar, discursiva específica e oral, além de avaliação de títulos.
Tags:

publicidade

publicidade