SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Vagas para o exterior

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/06/2014 14:44 / atualizado em 06/06/2014 14:50

Grasielle Castro /Correio Braziliense

As 27 mil bolsas do Ciência Sem Fronteiras que ainda precisam ser oferecidas para que o governo atinja a meta prevista para este ano — de 101 mil vagas — serão ofertadas em breve. A maioria delas deveria ser custeada pela iniciativa privada, mas que ainda não foram contratadas. Segundo a presidente Dilma Rousseff, mesmo se os setores não cumprirem o acordo, as bolsas serão oferecidas. “O Henrique Paim vai anunciar o Ciência Sem Fronteiras 2.0. Estamos hoje com 74 mil bolsistas no exterior. Selecionamos um pouco em setembro e em dezembro. E vamos mandar 101 mil. O que faltar de recursos para os alunos, o governo vai bancar”, disse Dilma.

Quando foi lançado, em 2011, o Ciência Sem Fronteiras foi feito em parceria com o setor privado, responsável por cerca de 25% das bolsas. No início deste ano, entretanto, o setor tinha ofertado apenas 3,4 mil bolsas, cerca de 13% do prometido. As empresas alegam dificuldade para captar recursos. De acordo com o Ministério da Educação, a previsão é o cumprimento do acordo. “As negociações com o setor privado estão adiantadas para que se cumpram as metas do setor”, diz a pasta.
Tags:

publicidade

publicidade