SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Chance na carreira militar

Falta de experiência e nervosismo são desafios a serem enfrentados pelos jovens que querem ingressar no Colégio Naval

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/06/2014 12:07 / atualizado em 15/06/2014 12:51

Lucas aproveita os simulados para ficar preparado e tranquilo (Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press ) 
Lucas aproveita os simulados para ficar preparado e tranquilo

A Diretoria de Ensino da Marinha (DEnsM) oferece 230 vagas para ingresso de alunos no Curso de Preparação de Aspirantes do Colégio Naval. O edital do certame foi publicado em 29 de maio. O período de inscrições começou na última segunda-feira (8) e continua até 28 de julho. Para concorrer a uma das vagas, o candidato deve ser do sexo masculino, ter 15 anos completos e menos de 18 anos em 1º de janeiro de 2015, e concluído ou estar cursando o 9º ano do ensino fundamental.

A seleção é composta por provas de caráter eliminatório e classificatório de matemática, estudos sociais, ciências, português e redação. Os classificados na fase inicial passarão ainda por verificação de inspeção de saúde, teste de aptidão física, avaliação psicológica e verificação de documentos. Os aprovados em todas as etapas do processo estudarão, em regime de internato, no Colégio Naval, localizado em Angra dos Reis (RJ) por três anos letivos. Os jovens cursarão o ensino médio, além de receberem formação militar-naval.

A remuneração não é informada no edital, mas, atualmente, um aspirante a cadete que estuda no Colégio Naval ganha R$ 786 mensalmente. A prova para aspirantes do Colégio Naval é disputada anualmente por jovens de todo o Brasil. O número de inscrições costuma variar entre 15 mil e 20 mil, o que se traduz numa concorrência média de 70 candidatos por vaga.

Conteúdo
Matemática é, sem dúvidas, a matéria mais importante para o aluno que deseja entrar para o quadro de aspirantes do Colégio Naval. O aluno terá três horas para resolver a prova da disciplina, que possui caráter eliminatório: as provas de português, estudos sociais, ciências e redação só serão corrigidas caso o aluno alcance a nota mínima de 50% nas questões de matemática. A prova das demais matérias deverá ser resolvida em até quatro horas.

Para uma prova de matemática tranquila, é necessário perspicácia e paciência. É o que afirma Domingos Fonteneles, professor do Curso Zero Um, especializado em concursos militares. “O conteúdo dessa disciplina é bem denso. São cobradas matérias do 9º ano ao 3º ano do ensino médio. Como os estudantes não possuem muito tempo, a dica é pular a questão, caso não consigam desenvolvê-la logo de início. As resoluções costumam ser complexas, e o aluno não pode se dar ao luxo de perder tempo”, analisa.

Apesar da importância da prova de matemática, outros conteúdos não podem ser deixados de lado. “A prova de matemática tem caráter eliminatório, porém, uma vez alcançado o grau exigido do candidato, as provas que irão fazer diferença na classificação final são as provas de português, redação, estudos sociais e ciências”, avalia o professor de história Cláudio Rocha. Segundo Rocha, candidatos que sejam bons em conhecimentos gerais e que tenham maior visão global terão vantagem no certame.

Além de dominar as matérias, outras preocupações são o nervosismo e a imaturidade dos alunos, constata Rocha. Para o docente, muitos candidatos não estão emocionalmente preparados para fazer a prova. A maioria terá a primeira experiência em concursos com esse certame. Para manter a calma, o apoio emocional da família deve fazer a diferença. “O principal papel dos pais e dos professores é dar orientações corretas para os jovens. Eles têm de fazer a prova tranquilos, sem pressão, e com apoio”, esclarece Rocha.

Os alunos também devem ter uma atenção especial com a redação. Segundo Kátia Del Cistia, coordenadora e professora do Curso Sena, na maioria dos casos, é na prova de redação que conhecimentos específicos sobre a Marinha fazem diferença. “Para fazer uma boa redação, é necessário ler bastante e treinar. Mas é importante também se atentar a assuntos da própria Marinha. Em outras edições, a redação cobrou informações sobre a instituição”, aponta.

Primeira prova
A prova da Marinha será o primeiro concurso de Lucas Figueira, 14 anos. Atualmente, o adolescente concilia o 9º ano do ensino fundamental com um cursinho. Ele acredita que a dedicação o ajudará a manter a calma quando o grande dia chegar. “Eu me sinto mais preparado para a prova por ter feito cursinho. É um ambiente de interação com outras pessoas na mesma situação que a minha. Os simulados também nos ajudam muito a perder o nervosismo”, comenta o candidato.

O aluno se prepara para a prova desde janeiro. Além de frequentar a escola pela manhã e o cursinho à tarde, no fim do dia Lucas dedica mais duas horas de estudo ao concurso. Segundo ele, tudo é válido para realizar um sonho. “Desejo ingressar na Marinha principalmente por inspiração familiar. Meu pai e meu avô são militares e grandes exemplos para mim. Servir a minha pátria também me motiva a estudar cada vez mais”, explica.

O que diz o edital

Curso de preparação de aspirantes do Colégio Naval da Marinha
Cargos: Cadete

Remuneração: o curso é totalmente gratuito, além de ser proporcionado ao aluno alimentação, uniforme, vencimentos (de valor não informado) e assistências médico-odontológica, psicológica, social e religiosa.
Inscrições: de 9 de junho a 15 de julho de 2014
Taxa: R$ 20
Provas: data a ser definida
Edital: www.ingressomarinha.mar.mil.br

Outras chances

Chance para capelães


A Marinha também abre edital com oferta de seis vagas para o quadro de capelães navais. A oportunidade é para os cargos de sacerdote da Igreja Católica, pastor da Igreja Batista e pastor da Igreja Assembleia de Deus. Para concorrer a uma delas, o candidato deve ser brasileiro nato e possuir mais de 30 anos e menos de 41 anos de idade. Aqueles que forem classificados em todas as etapas do processo seletivo passarão pelo Curso de Formação de Oficiais (CFO), com duração de 39 semanas, no Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), localizado na Ilha das Enxadas (RJ). Após a aprovação no curso, os militares serão nomeados oficiais da Marinha do Brasil no posto de primeiro-tenente e passarão a receber remuneração de R$ 8,8 mil, além de benefícios. As inscrições ficam abertas até 15 de julho pelo site www.ingressonamarinha. mar.mil.br. A taxa de inscrição é de R$ 45.

Passe bem/Matemática

Sejam P = (1 + 1/3) (1 + 1/5) (1 + 1/7) (1 + 1/9) (1 + 1/11) e Q = (1 – 1/5) (1 – 1/7) (1 – 1/9) (1 – 1/11). Qual é o valor de P/Q
a)    Raíz quadrada de 2
b)    2
c)    Raíz quadrada de 5
d)    3
e)    5

Comentário
Questão que envolve sequências. Deve-se fazer os três primeiros passos e depois tentar identificar a lógica.
P = 4/3 x 6/5 x 8/7 x 10/9 x 12/11
Q = 4/5 x 6/7 x 8/9 x 10/11
P/Q = 4/3 X 6/5 X 8/7 X 10/9 X 12/11
sobre
4/5 x 6/7 x 8/9 x 10/11
Cortando os números iguais, vão sobrar os números 12 e 3.
P/Q = (4/3 x 6/5 x 8/7 x 10/9 x 12/11) x (4/5 x 6/7 x 8/9 x 10/11)
P/Q = Raíz quadrada de 12/3 = Raíz quadrada de 4 = 2
Resposta: Letra B
Questão retirada da prova do Curso de preparação de aspirantes do Colégio Naval de 2013 e resolvida pelo professor Domingos Fonteneles.
Tags:

publicidade

publicidade