SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Mais de 1,8 mil vagas no Exército

Cursos preparatórios de cadetes e sargentos são oportunidade para iniciar carreira militar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/06/2014 13:03

Douglas, cabo no Colégio Militar de Brasília,  quer passar no concurso para garantir estabilidade  (André Violatti/Esp. CB/D.A Press  ) 
Douglas, cabo no Colégio Militar de Brasília, quer passar no concurso para garantir estabilidade

Estão abertas as inscrições para dois concursos de admissão em cursos militares. Há 500 vagas para a Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx) e 1.380 para os Cursos de Formação de Sargentos (CFS). Os candidatos podem se inscrever no certame para a EsPCEx até amanhã (23) e, no caso do concurso do CFS, os interessados têm até 7 de julho para realizar a inscrição. Apesar de serem provas diferentes, os concursos possuem semelhanças. Em ambos os casos, o conteúdo é cobrado de forma separada, com enunciados curtos. “As provas militares são mais tradicionais, sem muita leitura e contextualização. Os assuntos são abordados de forma direta, sem muita interdisciplinaridade”, afirma a professora de português Simone Tavares, do curso Degraus.

Outra característica comum é o desafio de gerir o tempo. “Para passar no concurso não adianta só dominar as matérias, o candidato precisa saber fazer a prova”, indica Marcos Antônio Dias, professor de matemática do Curso Degraus. O docente recomenda que o aspirante faça uma leitura inicial da prova para identificar as questões fáceis, medianas e difíceis. A partir dessa nova organização, a pessoa começa a prova pelas perguntas que sabe resolver. É uma estratégia para garantir pontos logo no início e para manter a autoconfiança.

Escola de cadetes
Para as vagas da Escola Preparatória de Cadetes, podem concorrer homens nascidos no Brasil de 17 a 22 anos. A primeira etapa do concurso é o exame intelectual, de caráter eliminatório e classificatório, realizado em dois dias. Para a segunda etapa do concurso, os candidatos devem comprovar requisitos biográficos e realizar inspeção de saúde e exame de aptidão física. Os aprovados participam do Curso de Formação e Graduação de Oficiais de Carreira da Linha de Ensino Militar Bélico durante o ano letivo de 2015 em regime de internato. No fim do curso, os alunos devem se apresentar à Academia Militar das Agulhas Negras.

No exame intelectual, português, redação, física, química, matemática, geografia e história têm peso 2; enquanto inglês é a única disciplina com peso 1. Apesar da diferença para a composição da nota, todas as matérias são eliminatórias. Segundo Luiz Alberto Cidade, diretor do curso Cidade e professor de espanhol, subestimar o inglês pode ser perigoso. “O pessoal não valoriza muito a língua estrangeira, mas ela desclassifica muita gente. O índice de acertos costuma ser muito pequeno”, explica.

Carreira de sargento
Os interessados nas vagas para a área de combatente, logística-técnica e aviação dos Cursos de Formação de Sargentos devem ser do sexo masculino, brasileiros natos ou naturalizados com idade entre 17 e 24 anos. Para as áreas de música e saúde, podem concorrer homens e mulheres nascidos no Brasil ou naturalizados, com idade entre 17 e 26 anos. Os interessados na área de saúde devem ter concluído um curso técnico em enfermagem.

Para ingressar, os candidatos passam por um exame intelectual eliminatório e classificatório. As próximas etapas do concurso são a valoração de títulos, a inspeção de saúde e o exame de aptidão física. Os inscritos na área de música também devem realizar um exame de habilitação musical para o qual podem escolher até três naipes de instrumentos.

Os aspirantes aos Cursos de Formação de Sargentos precisam fazer provas de matemática, português, redação, história e geografia do Brasil. Para as áreas de saúde e música, são cobrados ainda conhecimentos específicos em enfermagem e em teoria musical, respectivamente.  “É importante fazer pelo menos o mínimo de cada matéria”, alerta Leonardo Chucrute, diretor do Curso Progressão e professor de matemática.

Segundo Chucrute, é na redação que o candidato deve mostrar seu diferencial. Primeiro critério de desempate, atrás somente dos conhecimentos específicos nas provas para saúde e música, a redação exige que o candidato mostre a capacidade de avaliar criticamente temas cotidianos e de articular pensamentos de forma escrita. “Geralmente, a prova cobra assuntos de política e economia, e o candidato precisa expressar o que pensa de maneira organizada.” Acompanhar os noticiários é outra recomendação.

Sonho de criança

O concurso da Escola Preparatória de Cadetes do Exército é o primeiro passo para a carreira militar que deseja, desde a infância, o estudante Gabriel de Lima Oliveira, 18 anos. “Para me preparar, eu tranquei meu curso de engenharia elétrica na Universidade Federal do Ceará (UFC)”, conta Gabriel. Em Brasília, ele entrou em um cursinho, onde fica diariamente das 14h30 às 19h. Desde janeiro, o jovem mantém uma rotina disciplinada: começa o dia às 7h com um treino físico e estuda as matérias em casa. Ele acredita que vai conseguir manter a calma na hora da prova. “Tenho mais dificuldade em português, mas como estou estudando os conteúdos que mais caem nas provas, eu fico mais tranquilo.”

Já para o cabo Douglas Mendanha, 22 anos, o Curso de Formação de Sargentos na área de infantaria é uma grande oportunidade. Ele veio de Goiânia para servir no Colégio Militar de Brasília como cabo há quatro anos, mas seu cargo é temporário. “Daqui a quatro anos, serei obrigado a sair, mesmo que não queira”, explica. Além de um cursinho preparatório, Douglas faz o 3º ano do ensino médio em um supletivo e estuda durante os horários livres. “O que eu quero para minha vida mesmo é seguir a carreira da infantaria”, resume.

O que diz o edital
Concurso de Admissão aos Cursos de Formação de Sargentos
Vagas: 1.380 — 1.220 são para as áreas de combatente, logística-técnica e aviação, 80 são para a área de saúde e 80 são para profissionais de música
Cargos: qualificação militar de sargento nas áreas de combatente, logística-técnica, aviação, saúde e música
Remuneração: o curso é totalmente gratuito, além de serem proporcionados ao aluno alimentação, alojamento, uniforme, vencimentos (de valor não informado) e assistências médica, odontológica e psicológica.
Inscrições: até 7 de julho
Taxa: R$ 70
Prova: 12 de outubro
Edital: concurso.esa.ensino.eb.br

Concurso de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército
Vagas: 500
Cargos: aluno
Remuneração: o curso é totalmente gratuito, além de serem proporcionados ao aluno alimentação, alojamento, uniforme, vencimentos (de valor não informado) e assistências médica, odontológica e psicológica.
Inscrições: até amanhã (23)
Taxa: R$ 80
Provas: 30 e 31 de agosto
Edital: www.espcex.ensino.eb.br

Porta de entrada
O Exército também abre edital com 65 vagas para o Curso de Formação de Oficiais do Quadro Complementar e com quatro vagas para o Estágio de Instrução e Adaptação do Quadro de Capelães Militares. Para ambos os concursos, as inscrições vão até 8 de agosto, com taxa de inscrição de
R$ 110. Para mais informações, os interessados podem consultar o edital em www.esfcex.ensino.eb.br.

Passe bem / Português

Assinale o sujeito do verbo forjar, no período abaixo.


Chama atenção das pessoas atentas, cada vez mais, o quanto se forjam nos meios de comunicação modelos de comportamento ao sabor de modismos lançados pelas celebridades do momento.
a) meios de comunicação
b) modelos de comportamento
c) modismos
d) celebridades do momento
e) pessoas atentas

Comentário:

Embora a língua portuguesa se apresente predominantemente pela ordem direta, às vezes, encontramos termos em posições variadas na oração. Observe que o fragmento está na ordem inversa. Reorganizando-o, temos: “O quanto modelos de comportamento se forjam nos meios de comunicação ao sabor de modismos lançados pelas celebridades do momento chama atenção das pessoas atentas, cada vez mais.” Desta forma, fica evidente que o sujeito do verbo forjar é “modelos de comportamento”.

Resposta: letra B
Questão retirada da prova da EsPCEx (Aman) / 2014 e comentada pela professora Simone Tavares Dias
Tags:

publicidade

publicidade