SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Festa da aprovação anima calouros e veteranos na UnB

Recepcionados com farinha, tinta e música, jovens conferem resultado do PAS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/01/2015 19:40 / atualizado em 06/01/2015 21:20

Allan Virissimo/Esp. CB/D.A Press
Entre os estudantes que foram ao câmpus Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília (UnB) conferir o resultado da Programa de Avaliação Seriada (PAS) no fim da tarde desta terça-feira (6), estava Anderson Xavier, 17 anos. Ele é um dos 23 alunos do Vestibular Cidadão, cursinho pré-vestibular oferecido por alunos da UnB, aprovados nesta edição do PAS. “Só o que aprendi na escola não seria suficiente para passar. Foi fundamental fazer o cursinho para me preparar. Participei do Vestibular Cidadão durante quatro meses com aulas de segunda a sexta de tarde e de noite, além de estudar em casa”, conta ele que foi aprovado para estudar engenharia da computação e estudou no Centro de Ensino Médio da Asa Norte (Cean).

A presidente do Vestibular Cidadão, Ana Luisa Cazetta, 23, estudante de biologia da UnB, comemora o resultado. “Oferecemos o cursinho para que os jovens que não têm condições de pagar um cursinho possam se preparar. Estamos muito felizes. Esse é o resultado de uma dedicação com uma visão inclusiva”, disse.

Allan Virissimo/Esp. CB/D.A Press
Os aprovados elogiaram o clima que encontraram no primeiro contato com a universade após a divulgação do resultado. "Vi a lista em casa e vim comemorar na UnB com meus amigos que passaram no meio do ano", conta Matheus Vinicius Rodrigues, 17, classificado para direito e ex-aluno do Colégio Galois. "Todo mundo me recebeu muito bem. Minha mãe e meus amigos que estão aqui ficaram muito felizes", completa.

É a mesma sensação de Henrique Müller, 18, ex-aluno do Colégio Militar de Brasília (CMB), aprovado em medicina. "Ser recepcionado assim é um peso que você tira dos ombros após tanto tempo estudando. Estou sendo muito bem tratado, sem trotes denecessários", relatou o estudante, banhado de tinta e rodeado de novos colegas em meio à festa da banda do curso de medicina, a Insana.

Camila Guimarães, 16, fez o ensino médio no Sigma da 910 Norte e passou para farmácia. "Eu estudava em casa, com os livros, a partir das aulas. Foi minha primeira tentativa, mas o ensino do colégio é bom e eu já esperava passar", diz. "O que eu não esperava %u200Bé que a UnB fosse tão animada", disse sobre a festa.

Aprovado em fisioterapia, Vitor Guiggi, 18, ficou com as redes sociais lotadas de felicitações."Já recebi mais de cem mensagens por Facebook, WhatsApp e celular", vibrou o ex-estudante do Colégio Marista. "A gente não acredita. Olhei primeiro e não achei. Depois vi meu nome e liguei na hora para o meu pai", relata Vitor, que apostou no estudo de provas anteriores para complementar as aulas da colégio e garantir sua vaga.

Allan Virissimo/Esp. CB/D.A Press
Papel de veterano
André Valente, 19, aluno de medicina, veio recepcionar os calouros. “Existe uma associação acadêmica e atlética para cuidar da saúde e da integração dos estudantes de medicina. Recebemos os aprovados de todo vestibular o PAS para quebrar o paradigma de que o calouro precisa se virar sozinho. É importante passar uma boa impressão para que eles se sintam acolhidos”, diz. A estudante de letras Juliana Melo, 18, também veio participar da festa. “A emoção de passar no vestibular e no PAS é única. Vim aqui para compartilhar essa alegria, assim como fizeram comigo quando eu era caloura.”

publicidade

publicidade